Zoom quer oferecer mais segurança aos seus utilizadores! Mas existe um limite

António Guimarães
Comentar

Durante uma entrevista para a Reuters, um consultor de segurança da Zoom afirmou que planeia oferecer encriptação mais segura nas videoconferências. Contudo, o consultor salientou que as camadas de encriptação mais seguras estão limitadas aos utilizadores que paguem pela plataforma.

Este grupo inclui utilizadores particulares, empresas, instituições e escolas. O consultor não especificou como é que essa mudança será implementada, mas afirmou que "vários fatores tecnológicos e empresariais pesaram na decisão final".

É provável que a Zoom esteja a tomar esta decisão para "aliviar" os seus servidores e incentivar os utilizadores casuais a serem mais responsáveis com a utilização da plataforma. Além disso, o consultor adicionou que seria impossível manter um nível estável se a encriptação total estivesse disponível para todos os utilizadores.

fgfdxg

Zoom tem melhorado a segurança desde a pandemia

A pandemia mundial de COVID-19 popularizou o Zoom como a plataforma de eleição para videoconferências, seja para negócios, escolas ou mesmo utilizadores particulares. A verdade é que este pico de utilização também expôs várias falhas de segurança, presentes na plataforma.

A 4gnews tem coberto as polémicas de segurança associadas ao Zoom, principalmente o caso onde milhares de credenciais de utilizadores estavam a ser vendidas na Dark Web, através de uma massiva fuga de informação.

Enquanto algumas contas estão a ser vendidas em pacotes com valores irrisórios (menos de um cêntimo), outros dados estavam a ser partilhadas de forma gratuito. As contas vendidas possivelmente foram utilizadores para fazer ações ilícitas virtuais.

Esta pode ser uma decisão que não agrada a todos os utilizadores mas faz sentido para a empresa "vender" mais segurança na sua plataforma. Qual é a tua opinião? Achas ético por parte da Zoom? Diz-nos nos comentários.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.