Youtube testa download de vídeos offline, mas só para alguns utilizadores

Mónica Marques
Comentar

O YouTube está a testar uma nova funcionalidade que permite que os utilizadores façam download de vídeos offline nos seus browsers de desktop.

No entanto, esta funcionalidade já disponível para ser testada está reservada apenas para os assinantes premium da plataforma de vídeo.

Teste de download de vídeos offline disponível até 19 de outubro

A nova funcionalidade de download de vídeos offline está disponível para testes até dia 19 de outubro. Por isso, se és assinante premium navega até à página "utilizar novas funcionalidades experimentais" do YouTube para teres acesso a todos os testes disponíveis, onde se inclui esta funcionalidade de que te damos conta.

Mas atenção, além de estar reservada a assinantes da plataforma de vídeo, esta funcionalidade também só pode ser utilizada com as versões mais recentes dos browsers Chrome, Edge ou Opera.

Nova funcionalidade do YouTube disponibiliza vídeos 1080p

Na fase de testes, a nova funcionalidade disponibiliza vídeos nas resolução 1080p, 720p, 480p e ainda 144p. Basta selecionar a resolução escolhida no menu Configurações.

Por sua vez, o download pode ser feita de duas maneiras; enquanto vêem o vídeos, os utilizadores podem clicar no botão download ou, em alternativa, clicar na opção três pontos, durante a navegação.

Utilizadores têm acesso a uma versão em cache do vídeo

Concluído o download do vídeo, este fica armazenado na secção Downloads, à qual é possível aceder através do menu localizado na lateral esquerda do ecrã, logo abaixo do ícone Ver mais tarde.

Outra informação a ter em consideração é que o download do vídeo não ficará para sempre no disco rígido do utilizador, uma vez que apenas terão acesso a uma versão em cache do vídeo.

Neste momento, a aplicação YouTube para equipamentos Android e iOS já permite que os assinantes premium façam download de vídeos para visualizá-los mais tarde em modo offline.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.