Xiaomi vai atacar (seriamente) nos smartphones 5G no próximo ano

Filipe Alves
Comentar

A Xiaomi já referiu que o 5G é uma tecnologia que estão a investir seriamente. Ainda que na Europa o 5G seja uma utopia, pelo menos para já, o mesmo não se pode dizer na China. Um dos maiores mercados da marca.

Assim sendo, esta é uma das grandes razões pela qual a Xiaomi vai investir seriamente em smartphones 5G já em 2020.

Serão 10 smartphones Xiaomi com 5G em 2020

Xiaomi

Segundo um executivo da Xiaomi, a marca prepara-se para revelar 10 novos smartphones com a tecnologia 5G já em 2020.

Este número é seriamente impressionante. Principalmente dado que a tecnologia 5G ainda só agora é que começa a tomar forma.

Smartphones da Xiaomi podem ficar mais caros em 2020

Isto significa ainda que os terminais da Xiaomi com 5G em 2020 deverão ser ligeiramente mais caros que os seus antecessores.

Visto que o 5G, como disse, ainda não está totalmente desenvolvido de forma a baixar no valor, é possível imaginar os preços dos equipamentos subir ligeiramente no próximo ano.

Ainda assim, a Xiaomi já o referiu várias vezes que nunca tirará mais de 5% de lucro nos seus equipamentos. Isto significa que, por muito que o valor suba, saberás que não estás a pagar mais do que é suposto por um smartphone.

Comprar um smartphone 5G é uma jogada inteligente

Se és daqueles que compra smartphones todos os anos ou vários durante um ano, esquece o quando digo que é uma jogada inteligente comprares um terminal com 5G.

Contudo, se és daqueles que compra um equipamento de 2 em 2 anos ou mais, comprar um terminal 5G é apostar no futuro. A tecnologia 5G será importante na forma como comunicamos com a Internet.

Para já sabemos apenas que a velocidade é o mais relevante, porém, a panóplia de novidades aumentará à medida que o tempo passa e a tecnologia evolui. Aproveita para saberes mais sobre o 5G e os seus benefícios no nosso artigo detalhado.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.