Xiaomi ultrapassa Apple na Europa e já persegue a Samsung

Bruno Coelho
Comentar

O crescimento da Xiaomi nos últimos meses tem sido notável. Com a queda da outrora gigante Huawei, a Xiaomi foi a marca a aproveitar melhor esse espaço, e já terá mesmo chegado ao segundo lugar de vendas no mercado europeu.

Segundo o mais recente relatório dos analistas de mercado da Canalys, a Xiaomi ultrapassou a Apple no mercado europeu de smartphones durante o primeiro trimestre de 2021.

Xiaomi já terá 23% de quota de mercado na Europa

A fabricante chinesa aparece, segundo esta fonte, com quota de mercado de 23%. Este é um crescimento verdadeiramente impressionante, já que num espaço de um ano a fabricante terá subido 85% no seu volume de vendas no Velho Continente.

Fabricantes que mais venderam smartphones na Europa no primeiro trimestre de 2021. Crédito: Canalys
Fabricantes que mais venderam smartphones na Europa no primeiro trimestre de 2021. Crédito: Canalys

Para trás fica a Apple que terá registado uma quota de mercado de 19% durante este período. Ainda que desça uma posição, a fabricante de Cupertino cresceu 22% face ao período homólogo.

Apenas a Samsung supera a Xiaomi na Europa

Cada vez mais perseguida pela Xiaomi, encontramos igualmente a Samsung como líder de mercado. A tecnológica sul-coreana regista uma quota de mercado de 35%, com um crescimento de 21% face ao período homólogo.

À espreita encontramos já a Oppo, que conta já com uma quota de mercado de 4%. A subida de 153% face ao período homólogo é natural, por ser o ano em que a marca entrou verdadeiramente no mercado europeu.

Embora já a nadar com pouco pé, quem aparece a fechar o TOP 5 na Europa é ainda a Huawei. A fabricante regista uma quota de mercado de 3%, com uma descida de 81% face ao período homólogo.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.