Xiaomi Surge S2. O que esperar deste "coração" da Xiaomi

Rui Bacelar
Surge S1 Xiaomi Mi A2
Está na hora de conhecermos o sucessor para este processador

A Xiaomi é conhecida por muitos produtos, por smartphones excelentes, por pechinchas gritantes mas...sinceramente não é famosa pelos seus processadores. Não é uma crítica, é uma constatação de um facto. Temos que compreender que o seu primeiro processador, o Surge S1 foi lançado em fevereiro de 2017 e que todo este novo ramo ainda está a ser "testado" pela Xiaomi. Agora, para 2018 poderemos ficar a conhecer o Xiaomi Surge S2.

A construção e o desenvolvimento de processadores, SoC's (system on chip) não é propriamente uma tarefa fácil. Creio que todos conheçam os Snapdragon da Qualcomm, os Exynos da Samsung, os Kirin da Huawei e até mesmo os MediaTek. Estes últimos acabaram por cair um pouco na consideração dos consumidores nos últimos anos.

Vê ainda: 16 aplicações gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Agora, tal como referido, estamos prestes a conhecer a nova geração de processadores Xiaomi Surge S2. Pelo menos se confiarmos na palavra da publicação chinesa MyDrivers. Será o sucessor do processador Surge S1 que neste momento poderás encontrar no smartphone Xiaomi Mi 5C. Dispositivo que se manteve um exclusivo do mercado chinês.

Por sua vez, as fontes da MyDrivers citam informações partilhadas na rede social chinesa, a Weibo. Alerto para o facto de tudo isto se basear em rumores impossíveis de confirmar. De qualquer forma, pela nossa experiência enquanto publicação líder no universo blogger de tecnologia, digo que é bastante provável que tal aconteça.

Xiaomi Surge S2 pode ser apresentado no MWC 2018

A Xiaomi gosta de se superar de ano para ano e um Xiaomi Surge S2 deverá aparecer mais cedo ou mais tarde. Mais ainda, agora que sabemos que o Xiaomi Mi 7 não será apresentado no MWC 2018, creio que a marca aproveite este grande palco para outros anúncios, o seu novo processador sendo obviamente um deles. Agora, resta saber qual será o primeiro smartphone a incorporar este novo "coração" desenvolvido pela própria marca.

Segundo consta, o novo Xiaomi Surge S2 estará no interior do Mi 6X, o sucessor do Mi 5X. Apontam ainda que o mesmo poderá chegar aos mercados internacionais através do Xiaomi Mi A2, o próximo smartphone da marca a ser lançado ao abrigo do programa Android One. Mais uma vez, são informações que carecem de uma confirmação oficial da marca.

O que traz de novo o Xiaomi Surge S2?

Xiaomi Surge S2 Xiaomi Mi Max 3 Xiaomi Mi 7 Android Smartphone Xiaomi Mi 7
Lei Jun, CEO da Xiaomi, apresentado o MI MIX 2. ©reuters

A nível de especificações técnicas, julgando pelas fugas de informação e rumores, o Xiaomi Surge S2 será um processador para o segmento de gama média. Acredita-se que seja produzido pela TSMC de acordo com o seu processo (litografia) a 16nm. Algo que reafirma a sua posição enquanto "motor" de gama média uma vez que já existem processos mais eficientes (10nm).

Será, todavia, muito mais poderoso e eficiente do que a primeira geração de processadores da marca. Note-se que o seu antecessor utilizada um processo muito menos eficiente. Agora, para 2018, a marca trará um novo "coração" com 8 núcleos de processamento, portanto um octa-core. Terá quatro núcleos ARM Cortex-A73 de alta potência com velocidades de clock máximas de 2.2Ghz.

Os trunfos do Xiaomi Surge S2

Teremos também outros 4 núcleos que visam poupar energia ao lidar com as tarefas mais simples. Esses terão uma velocidade de clock máxima de 1.8Ghz. Serão núcleos Cortex-A53 da ARM.

Este novo processador estará acompanhado pela gráfica Mali G71MP8, outro dos seus grandes trunfos e grandes vantagens sobre a geração anterior. Note-se que o primeiro processador da marca utiliza a Mali-T860MP4, uma gráfica muito menos potente.

Note-se ainda que o novo Xiaomi Surge S2 suportará (poderá utilizar) memórias LPDDR4 com o novo padrão de transferência UFS 2.1 para maior velocidade na transferência e leitura de dados. Algo que os utilizadores certamente saberão reconhecer como uma mais valia.

Qual será o primeiro smartphone a empregar estes Surge S2?

Xiaomi Surge S2 MWC 2018 Xiaomi Mi 6X Xiaomi Mi A2
O próximo dispositivo, 6X ou A2?

Segundo consta, podermos comparar diretamente este novo Surge S2 ao outrora poderoso e topo de gama Kirin 960 da Huawei. Relembro que esse é o motor presente nos Huawei Mate 9, Huawei P10, Huawei P10 Plus e Honor 9. "Motor" que seria apresentado pela fabricante chinesa em outubro de 2016.

Para já, claro, não há certezas de nada. Todavia, segundo sugerem algumas fontes, o primeiro smartphone a empregar este coração pode ser o Mi 6X. Não podemos garantir sequer que tal dispositivo exista. Todavia, recentemente ficamos a conhecer eta imagem. Trata-se de uma capa de proteção para o futuro smartphone. Mais uma vez, por si só isto de nada vale.

Mesmo assim, caso tal dispositivo exista, terá umas margens laterais praticamente inexistentes. Será um dispositivo de gama média com uma câmara dupla na sua traseira. O alinhamento vertical dos sensores é notório, bem como a presença de um leitor de impressões digitais, ao centro. Tudo o resto, bem como a própria existência deste dispositivo permanece ainda uma grande incógnita.

E tu, gostarias que este processador e este novo smartphone Android fosse apresentado em Barcelona no próximo MWC 2018? Deixa-nos a tua opinião abaixo, nos comentários.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Huawei disponibiliza Kernel do Android Oreo para os Huawei P10

Xiaomi Mi Mix 2s poderá ser apresentado antes da MWC 2018

Android. Smartphone Meizu M15 Plus volta a deslumbrar

Fonte | Via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.