Xiaomi divulga facto curioso sobre o primeiro smartphone gaming da Redmi

Bruno Coelho
Comentar

A Xiaomi continua na sua demanda de poder ter um smartphone para cada tipo de utilizador. E recentemente lançou os primeiros smartphones gaming da sua submarca Redmi para o mercado. Agora revela um facto curioso sobre os mesmos.

Lu Weibing, diretor-geral da Redmi e vice-presidente da Xiaomi, escreveu algo inesperado na rede social Weibo. Ao que parece, o Redmi K40 Gaming mais vendido é o modelo mais caro.

70% dos compradores do Redmi K40 Gaming preferem a versão de 12 GB de RAM

“Entre os utilizadores do Redmi K40 Gaming, 70% escolheram a versão de 12 GB”, escreveu o executivo. Esta é uma percentagem bastante significativa, tendo em conta a existência de variantes com 6 GB e 8 GB de memória RAM.

Publicação de Lu Weibing na rede social Weibo
Publicação de Lu Weibing na rede social Weibo

Nesta mesma publicação, o executivo questionou também os seus seguidores se preferem armazenamento ou RAM na hora de escolher um novo equipamento. No caso dos equipamentos gaming, a RAM é ainda mais importante.

Este é um dos garantes de que tudo é feito com a maior fluidez no teu equipamento, mesmo que tenhas várias aplicações abertas. E, em teoria, quanto mais RAM melhor. Parece que os compradores deste equipamento pensam dessa forma.

Xiaomi Redmi K40 Gaming
Xiaomi Redmi K40 Gaming

O Redmi K40 Gaming foi lançado na China com o processador MediaTek Dimensity 1200, e um painel AMOLED de 6,67” polegadas com 120Hz de taxa de atualização. O equipamento conta ainda com uma bateria de 5065mAh com carregamento de 67W, altifalantes desenvolvidos pela JBL e gatilhos para melhorar a tua experiência nos jogos.

Por enquanto, é apenas um equipamento exclusivo da China, mas isso deve mudar em breve. As várias fugas de informação dão conta de que será lançado nos mercados globais enquanto POCO F3 GT, sob alçada da outra submarca da Xiaomi.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.