Xiaomi: Redmi K50 em fevereiro e 12 Ultra pode nunca ver a luz do dia

Mónica Marques
Comentar

O cronograma de lançamento do Redmi K50 foi confirmado oficialmente pela Xiaomi e em fevereiro vamos conhecer a nova série.

Em simultâneo, surgem rumores cada vez mais fortes sobre a possibilidade de o modelo Xiaomi 12 Ultra nunca vir a ver a luz do dia.

Especificações esperadas no Redmi K50

Foi através da rede social Weibo que a Xiaomi confirmou a data de lançamento da série Redmi K50 agendada já para o próximo mês de fevereiro. Ao mesmo tempo e para despertar mais o interesse a marca chinesa desvendou algumas (poucas) especificações que estão a ser integradas na nova série de smartphones.

Assim, sabe-se agora que terá aos comandos o processador Snapdragon 8 gen, assim como contará com uma nova unidade de dissipação de calor que irá abranger uma área de superfície maior.

Outra das informações avançadas pela marca chinesa é que a nova série Redmi chegará com uma bateria de 4700 mAh com suporte para carregamento rápido de 120n watts. De acordo com a Xiaomi, a nova série precisa apenas de 17 minutos para obter a carga máxima.

A Xiaomi não revelou mais sobre a nova série, mas rumores a circular no mundo Web dão conta de que, tal como a recém-anunciada série Xiaomi 12, também a Redmi K50 vai executar a MIUI 13, baseada em Android 12.

De resto, poderemos ainda contar com um ecrã OLED com uma taxa de atualização de 120 Hz ou 144 Hz, assim como com uma configuração de câmara traseira quádrupla com um sensor primário de 108 megapixéis ou 64 megapixéis. Com o aproximar da data de lançamento, com certeza mais pormenores serão revelados.

Xiaomi 12 Ultra pode não ser lançado

A fechar o ano de 2021, a marca chinesa apresentou alguns equipamentos da sua nova série topo de gama Xiaomi 12. Na altura, foram revelados o modelos padrão, o 12 Pro e o 12X, tendo ficado para "próximas núpcias" o modelo Xiaomi 12 Ultra.

Mas o rumor de que o 12 Ultra pode nunca vir a ser lançado está a ganhar cada vez mais força. Tudo devido às pias encontradas no nome de código dos terminais. Segundo especialistas habituados a decifrar estes acrónimos, se a Xiaomi fosse lançar o modelo Ultra o 12 Pro nunca teria recebido a designação com o número L2.

Esta lógica de numeração que termina no L1 referente ao modelo Xiaomi 12, indica que a marca chinesa não licenciou mais nenhum equipamento dentro da nova série. Como é do conhecimento público, um equipamento que não esteja certificado, não pode ser comercializado. E é por esta razão que o rumor de que o Xiaomi 12 Ultra não vai ver a luz do dia está a ganhar cada vez mais força.

Entretanto, a nova série Xiaomi 12 continua a bater recordes de vendas no mercado chinês. De acordo com os dados mais recentes, em 5 minutos a nova série registou 283 milhões de dólares em vendas, ou seja qualquer coisa como 250 milhões de euros.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi dá a conhecer as suas 12 resoluções tecnológicas para 2022
  • Realme: estes resultados provam o sucesso no mercado de smartphones em 2021
  • AnTuTu: Top 10 dos smartphones mais potentes no segmento de gama média
Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.