Xiaomi Redmi 6A Xiaomi Redmi 5A vs Redmi 4A
Em breve poderemos ter um sucessor para ambos os terminais Android.

Estamos já em meados de abril e este ano já ficamos a conhecer um bom número de smartphones desta fabricante Android. Começando pelos Redmi Note 5 até ao Mi MIX 2S e ao mais recente Black Shark, o smartphone para gaming. Agora, podemos estar prestes a conhecer um Xiaomi Redmi 6A, já com o sistema operativo Android Oreo 8.1 da Google.

Entretanto já estamos também à espera do Xiaomi Mi 7, dos novos Mi 6X / Mi A2, todos eles passíveis de apresentação ainda em abril. Especialmente para os últimos dois, terminais de gama média. Todavia, de acordo com a listagem da GeekBench temos agora as possíveis especificações do Xiaomi Redmi 6A com o nome de código “Cereus”.

Vê ainda: Samsung Galaxy S9, Huawei P20 e iPhone 8 – Download Wallpapers

Com efeito, aquele que se acredita ser o Xiaomi Redmi 6A, um novo smartphone com Android Oreo para o segmento de entrada, revela agora as suas características. Trata-se de um smartphone extremamente modesto que ainda assim poderá acrescentar algum valor a este segmento de mercado.

Pela sua listagem na Geekbench podemos ver que o “Cereus” obteve uma pontuação de 745 nos testes de single core. Registou também um total de 3562 pontos nos testes de multi-core. São resultados muito modestos, revelando também a presença de um processador MediaTek.

Xiaomi Redmi 6A chegará com Android Oreo 8.1

Perante este modesto cenário somos efetivamente levados a acreditar de que este será o Xiaomi Redmi 6A. Temos aqui a referência a um processador octa-core fabricado pela chinesa MediaTek octa-core (8 núcleos) com o modelo MT6765. Este SoC apresenta uma frequência máxima de processamento a 2.0GHz e por sua vez poderá ser um novo “motor2 para a gama MT6750/MT6735. Mais ainda, o MT6765 aparenta ser construído segundo o processo a 12nm, algo que diminuirá o consumo energético e aumentará a performance.

Xiaomi Redmi 6A Android Oreo
A listagem na Geekbech do novo terminal.

Processador MediaTek MT6765 neste Xiaomi Redmi 6A

Efetivamente, um processador com estas configurações seria superior aos seus “rivais” construídos segundo o processo a 14nm. Mais ainda, temos aqui a indicação de 3GB de memória RAM, já com o sistema operativo Android Oreo 8.1 da Google. Como seria de esperar este será revestido pela interface MIUI da própria marca.

Caso este terminal seja efetivamente o Xiaomi Redmi 6A apresentará várias melhorias sobre os seus antecessores, os 4A e 5A. Ambos utilizam o processador Snapdragon 425 da Qualcomm, um SoC quad-core construído a 28nm, um processo já bastante ultrapassado. Mais ainda, utilizam 2GB de memória RAM, os requisitos mínimos para uma experiência de utilização minimamente fluída.

Por último cumpre salientar que a marca tem um evento de apresentação marcado para o dia 25 de abril. Poderemos ficar aí a conhecer este novo terminal?

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).