Xiaomi Redmi 6A pode ser o 'Cereus' com MediaTek e Android Oreo

Rui Bacelar
Em breve poderemos ter um sucessor para ambos os terminais Android.

Estamos já em meados de abril e este ano já ficamos a conhecer um bom número de smartphones desta fabricante Android. Começando pelos Mi A2, todos eles passíveis de apresentação ainda em abril. Especialmente para os últimos dois, terminais de gama média. Todavia, de acordo com a listagem da GeekBench temos agora as possíveis especificações do Xiaomi Redmi 6A com o nome de código "Cereus".

Vê ainda: 20 e iPhone 8 – Download Wallpapers

Com efeito, aquele que se acredita ser o Xiaomi Redmi 6A, um novo smartphone com Android Oreo para o segmento de entrada, revela agora as suas características. Trata-se de um smartphone extremamente modesto que ainda assim poderá acrescentar algum valor a este segmento de mercado.

Pela sua listagem na Geekbench podemos ver que o "Cereus" obteve uma pontuação de 745 nos testes de single core. Registou também um total de 3562 pontos nos testes de multi-core. São resultados muito modestos, revelando também a presença de um processador MediaTek.

Xiaomi Redmi 6A chegará com Android Oreo 8.1

Perante este modesto cenário somos efetivamente levados a acreditar de que este será o Xiaomi Redmi 6A. Temos aqui a referência a um processador octa-core fabricado pela chinesa MediaTek octa-core (8 núcleos) com o modelo MT6765. Este SoC apresenta uma frequência máxima de processamento a 2.0GHz e por sua vez poderá ser um novo "motor2 para a gama MT6750/MT6735. Mais ainda, o MT6765 aparenta ser construído segundo o processo a 12nm, algo que diminuirá o consumo energético e aumentará a performance.

A listagem na Geekbech do novo terminal.

Processador MediaTek MT6765 neste Xiaomi Redmi 6A

Efetivamente, um processador com estas configurações seria superior aos seus "rivais" construídos segundo o processo a 14nm. Mais ainda, temos aqui a indicação de 3GB de memória RAM, já com o sistema operativo Android Oreo 8.1 da Google. Como seria de esperar este será revestido pela interface MIUI da própria marca.

Caso este terminal seja efetivamente o Xiaomi Redmi 6A apresentará várias melhorias sobre os seus antecessores, os 4A e 5A. Ambos utilizam o processador Snapdragon 425 da Qualcomm, um SoC quad-core construído a 28nm, um processo já bastante ultrapassado. Mais ainda, utilizam 2GB de memória RAM, os requisitos mínimos para uma experiência de utilização minimamente fluída.

Por último cumpre salientar que a marca tem um evento de apresentação marcado para o dia 25 de abril. Poderemos ficar aí a conhecer este novo terminal?

Assuntos relevantes na 4gnews:

d Oreo

d podem até saber o andar onde vives

20 Pro vs Apple iPhone X – não há vencedor, apenas velocidade!

via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.