Xiaomi prepara novo smartphone com um irreverente sistema de câmaras

Carlos Oliveira
Comentar

A Xiaomi mostrou-se bastante ativa nos últimos meses no que concerne à submissão de patentes para novos produtos. Estas têm se debruçado sobretudo sobre as suas câmaras fotográficas e de que forma estas podem surpreender o mercado.

Mais um capítulo desta história foi recentemente descoberto pela publicação 91Mobiles. Em causa, está uma patente submetida pela Xiaomi junto das entidades competentes chinesas para uma câmara frontal rotativa.

Xiaomi patente

Xiaomi poderá apostar numa câmara frontal rotativa

Depois das patentes que já vimos com o selo da Xiaomi, esta é uma das mais conservadoras que a empresa submeteu ultimamente. O documento descreve um smartphone com uma câmara frontal cujo mecanismo consegue rodar 180º.

As ilustrações partilhadas revelam uma câmara frontal com duas lentes, alojadas num módulo semicircular. Este estará escondido no corpo do smartphone, sendo revelado apenas quando o utilizador solicitar a câmara frontal do equipamento.

Tendo por base as imagens divulgadas, esta câmara não coincide com o módulo traseiro, portanto não parece ser o objetivo desta abordagem utilizar a câmara principal como frontal. Isso coloca a questão da necessidade de um mecanismo rotativo.

Um sistema pop-up poderia servir o mesmo propósito, o de potenciar um ecrã sem interrupções. Uma filosofia semelhante ao que vimos no Xiaomi Mi 9T e que agradou a milhões de utilizadores.

Na traseira, curiosamente, vemos um módulo fotográfico composto por apenas uma lente. Este dado não deve ser levado muito a sério, visto que a Xiaomi já não lança um smartphone de gama intermédia ou alta com uma lente há bastante tempo.

Convém reiterar o facto de estas informações serem provenientes de uma patente submetida pela Xiaomi em novembro de 2020. Nada nos garante que esta filosofia venha a ser aplicada, estando apenas garantida a permissão legal para a empresa usar esta tecnologia.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.