Xiaomi vai abrir nova Mi Store em Viena na Áustria

Rui Bacelar
Todos os sinais apontam um crescimento ímpar da marca chinesa. Os seus smartphones com a plataforma Android da Google podem conquistar a Europa.

A Xiaomi continua a apostar numa expansão sólida pelo continente europeu. Depois de aqui termos noticiado na 4gnews que a Xiaomi já é a Canalys, agora podemos noticiar que a marca chegará também à cidade imperial. Inaugurará uma nova Mi Store em Viena.

Viena, gloriosa Viena. Capital da música e a par de Roma uma das minhas capitais favoritas em todo o continente europeu (perdão Lisboa, os teus pastéis de nata continua a ser imperdíveis). Ainda assim, continua a faltar uma Mi Store em Portugal.

Vê ainda: Nokia aposta na inteligência artificial e na ”Internet of Things” – IOT

A Reino Unido.

Mais ainda, a Xiaomi conta com lojas oficiais Mi Store's em vários pontos do leste europeu, mais concretamente na Rússia, Polónia e na República Checa. Também no nosso país vizinho, a Espanha já conta com várias Mi Store's oficiais, as lojas oficiais da empresa chinesa.

Xiaomi inaugurará uma nova Mi Store em Viena

A Xiaomi quer vender um total de SCS na cidade de Viena, a capital da Áustria. Agora, resta apenas saber quando é que teremos uma Mi Store em Portugal.

Muito em breve teremos uma nova loja da fabricante chinesa nesta capital.

Ainda assim, cumpre ressalvar que para já não temos 100% certezas sobre o caráter da loja na Áustria. Isto é, a fabricante chinesa ainda não confirmou se será efetivamente uma Mi Store, loja oficial ou simplesmente uma revendedora / distribuidora autorizada.

Depois da Áustria, a Xiaomi poderá apostar na Alemanha

Caso seja efetivamente uma Mi Store oficial, a Xiaomi entraria assim num dos mais valiosos mercados europeus. Depois da Áustria a fabricante chinesa deverá também expandir-se para a Alemanha.

Note-se que o mercado alemão é sensivelmente dez vezes maior do que o mercado austríaco. Aliás, tal como refere a publicação , esta estratégia já foi replicada por várias empresas. Sondando a recepção do mercado antes de apostar num outro, consideravelmente maior.

A fabricante obrigou-se a não ultrapassar uma margem de lucro notoriamente baixa em cerca de 5% por cada smartphone que venda. Agora, temos vários dos seus produtos já em loja física nacional, sendo uma questão de tempo até que também em Portugal seja inaugurada uma Mi Store.

Isto claro, se o mercado nacional se mostrar receptivo aos seus produtos.

Assuntos relevantes na 4gnews:

”trade-in” dar-te-á até 280€ para comprar o próximo OnePlus 6

ASUS ZenFone 5Z mostra-nos o seu potencial com o Snapdragon 845

Apple iPhone SE 2: Imagens mostram o painel frontal do smartphone

via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.