Xiaomi
O Xiaomi Mi6 será apresentado no dia 19 de abril

Os benchmarks ou testes de performance são uma excelente maneira de ter uma margem de comparação, imparcial (pelo menos na teoria) sobre o desempenho de um equipamento face aos demais. Como se portará o Xiaomi Mi6 face à concorrência? Afinal de contas, os números não são influenciados por preferências pessoais. São um mero indicador, frio e por vezes desapegado dos resultados na vida real, sobre o potencial de processamento e performance de um smartphone no dia-a-dia. Tal é o caso para o Xiaomi Mi6 face aos galácticos S8 e S8+ da Samsung.

Vê ainda: Xiaomi Mi Max 2 poderá ser apresentado já na próxima semana

Estes testes de benchmarks não reflectem uma utilização diária do equipamento. Ao invés, representam uma forma, mais científica, de comparar o “músculo” de cada equipamento. Contudo, há um grande problema nesta acepção atual que temos sobre estes testes. Isto é, alguns números mentem! Já não é a primeira vez que uma ou outra construtora (cof cof OnePlus) é apanhada a mentir. Para tal, adulterar os benchmarks colocam o seu processador (SoC) em overclock quando este reconhece um programa de testes a ser executado.

   

O fenómeno Xiaomi Mi6

Agora, temos um novo teste de benchmark deste Xiaomi Mi6 com 6GB de RAM no seu interior. Este será o seu grande trunfo sobre os Samsung Galaxy S8 e Galaxy S8+ assim que todos eles chegarem ao mercado. A Apple chinesa apresentará o seu Xiaomi Mi6 no dia 19 de abril, em Pequim.

O “dragão chinês” estará equipado com fortes armas. Desde logo, o processador Snapdragon 835 da Qualcomm, atual topo de gama desta construtora. Com 8 núcleos de processamento a 1.9Ghz, será um motor extremamente capaz. Para lidar com todo o tipo de jogos terás a gráfica Adreno 540. Sem esquecer, é claro, a mais recente versão do sistema operativo, o Android 7.1.1 Nougat.

Xiaomi Mi6
Pontuação do Xiaomi Mi6 na Geekbench

Como notaremos, o Xiaomi Mi6 obteve uma pontuação de 2006 pontos nos testes de núcleo isolado e uma pontuação total de 6438 quando avaliada a performance global de todos os núcleos de processamento do seu motor.

Xiaomi Mi6 vs Galaxy S8

Por sua vez, o Samsung Galaxy S8 obteve uma pontuação de núcleo isolado de 1916 pontos e uma pontuação total de 6011 pontos. Um diferencial bem pronunciado. Já o phablet Samsung Galaxy S8+ obteve a mesma pontuação que o Galaxy S8, uma vez que possuem exatamente as mesas características técnicas, exceptuando-se a maior bateria e ecrã presentes no segundo destes.

Ponto por ponto, o Xiaomi Mi6 apresenta-se como uma alternativa extremamente promissor face aos novos galácticos da Samsung. Contudo, o seu maior trunfo será certamente o preço. Por muito boas que sejam as especificações, e mesmo que a MIUI continue longe de ser perfeita, será o preço o factor decisivo na hora de escolher entre um Mi6 e um S8. Notem os preços deste último.

As restantes especificações do Xiaomi Mi6 incluirão um ecrã de 5.15 polegadas com tecnologia IPS LCD e resolução Full-HD (1080x1920p). Terá ainda uma câmara principal de 19MP, sensor Sony IMX400 e uma câmara frontal de 8MP. Tudo isto com uma bateria de 3200mAh, Android 7.1.1 Nougat com a interface MIUI 8 no topo.

Relembro ainda que a Samsung lançará uma variante com 6GB de RAM em vários mercados asiáticos para fazer frente à “orgia” de especificações. Números que nos atiram à cara na ânsia de despertar o geek e o fanboy ávido por números. A meu ver, claro que é bom termos mais RAM, claro que os benchmarks nos dão um vislumbre do potencial do dispositivo mas não se deixem toldar pela sedução dos números.

Dia 19 será anunciado oficialmente e já pouco resta para conhecer do próximo flagship da Xiaomi. Qual é o vosso palpite em relação aos preços?

Outros assuntos relevantes:

Xiaomi Mi 6: Detectado possível defeito a poucos dias do lançamento

iOS vs Android : O delicado equilíbrio de forças segundo a Kantar

Não será demasiado cedo para a oficialização do Windows 10 Cloud?

Viaxiaomitoday
FonteGeekbench
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).