Xiaomi Mi MAX 3 Snapdragon 660 Android Oreo Xiaomi Mi 7 Xiaomi Surge S2 Xiaomi Mi Max 3 Xiaomi Mi 7 Android Smartphone Xiaomi Mi 7
Lei Jun, CEO da Xiaomi, apresentado o MI MIX 2. ©reuters

Xiaomi. Fabricante chinesa fundada em 2010 por Lei Jun (na imagem). Atualmente é uma das maiores fabricantes mundiais de dispositivos móveis Android. É particularmente forte no segmento de entrada e gama média. Todavia, os seus próximos topos de gama, Mi Mix 2S e o Mi 7, são alguns dos dispositivos mais antecipados para 2018. Agora, ficamos a conhecer o Xiaomi Mi MAX 3. Chegará com o processador Snapdragon 660 e muito mais.

Com efeito, ao passo que tanto o Mi Mix 2S como o Mi 7 deverão trazer o processador Snapdragon 845 da Qualcomm. Já para quem não quiser investir tanto terá o Xiaomi Mi MAX 3. Este equipamento de gama média alta revelou agora os seus trunfos na comunidade de programadores independentes, a XDA Developers.

Vê ainda: Galaxy S9. Leak de imagens revela as últimas surpresas!

As conclusões apresentadas nesta peça basearam-se na análise dos ficheiros de firmware (software de sistema Android) do Xiaomi Mi MAX 3. Este equipamento já tem vindo a ser alvo de algumas fugas de informação e de vários rumores. Aliás, já em dezembro passado a publicação chinesa CNMO avançaria que este dispositivo chegaria ao mercado com uma bateria de 5500mAh.

Mais ainda, a mesma fonte alegaria que o Xiaomi Mi MAX 3 chegaria com um ecrã de 7 polegadas, formato 18:9. Indicariam também o processador Snapdragon 630 ou Snapdragon 660, ambos da norte-americana Qualcomm, consoante a variante / modelo em questão.

Xiaomi Mi MAX 3 revela alguns dos seus trunfos

Note-se que ainda há muito por esclarecer sobre este dispositivo Android e que até à sua apresentação o Xiaomi Mi MAX 3 pode não passar de um mito. Tal como nos conta a XDA, com base na observação / estudo dos ficheiros de sistema Android não foram encontradas referências ao tamanho do ecrã / tela. Todavia, há ilações a ser retidas com base na análise desta comunidade. Começando pelas especificações técnicas do dispositivo Android já fazemos agora uma boa ideia do que esperar.

Xiaomi Mi MAX 3 chegará com o Snapdragon 660 da Qualcomm

Tal como os rumores haviam sugerido no passado, a análise do firmware apurou a presença do processador Snapdragon 660 da Qualcomm. Este será o seu “coração”. Todavia, não está excluída a possibilidade de a Xiaomi equipar uma das variantes com o Snapdragon 630 se assim bem entender.

Xiaomi Mi MAX 3 Android Snapdragon 660 Xiaomi smartphones mercado chinês 2 anos
Em breve poderemos ter um novo dispositivo de gama média-alta da fabricante chinesa.

Em seguida, a XDA avança ainda que o Xiaomi Mi MAX 3 chegará efetivamente com um ecrã / tela com formato 18:9. É ainda referida especificamente a presença de uma bateria com 5500mAh de bateria. Algo que sem dúvida despertará o interesse de quem procurar um equipamento com boa autonomia. A resolução do ecrã não pode ser aferida a partir da análise do firmware.

Carregamento sem-fios no Xiaomi Mi MAX 3

Todavia, a XDA frisa que o Xiaomi Mi MAX 3 terá efetivamente carregamento sem-fios (wireless charging), uma das tendências do mercado mobile. Algo que certamente estará presente no Xiaomi Mi 7.

Será a primeira vez que qualquer smartphone Android da Xiaomi suporta este tipo de carregamento. Note-se que no finalmente, em 2017, a fabricante aderiu ao Wireless Power Consortium. Daqui em diante poderemos contar com mais dispositivos desta fabricante a suportar esta tecnologia.

Aqui, os ficheiros de sistema Android revelaram que o dispositivo avisará o utilizador caso o carregamento sem-fios tenha sido interrompido. Mais ainda, poderá dizer se a interrupção se deve à má posição do dispositivo ou da base / carregador em si. Durante a sua análise encontrariam também um vídeo e um gráfico em que a Xiaomi explica aos seus utilizadores a maneira correta de posicionar os dispositivos para o carregamento sem-fios.

Imagem presente nos ficheiros de sistema Android

Xiaomi Mi MAX 3 Android Snapdragon 660
O dispositivo representado na imagem não é o Mi MAX 3

A imagem descoberta nos ficheiros de sistema Android (firmware) não deverá retratar o Xiaomi Mi MAX 3. Mais ainda, esta característica (carregamento sem-fios), estará presente em vários outros equipamentos da marca. Trata-se de uma imagem meramente ilustrativa.

Reconhecimento de íris no Xiaomi Mi MAX 3

Em seguida a análise da XDA revelaria quais os sensores utilizados no Xiaomi Mi MAX 3. Este dispositivo Android equipado com o Snapdragon 660 trará o sensor IMX363 da Sony, ou então dois sensores da Samsung.

Mais concretamente os S5K217+S5K5E8. Já na parte frontal, para as selfies, teremos outro sensor da Samsung, o S5K4H7. Mais ainda, nesta parte frontal deveremos ter um leitor de íris para desbloqueio do smartphone. O módulo responsável pelo reconhecimento / scan de íris será o OmniVision 2281.

Chegará com o Snapdragon 660 e Android Oreo 8.1

Android Oreo Xiaomi Mi MAX 3 Snapdragon 660
Chegará com Android Oreo 8.1, possivelmente!

A XDA salienta ainda que, uma vez que o leitor de impressões digitais / sensor biométrico estará localizado na traseira, o scan de íris será uma opção de desbloqueio para quando o smartphone estiver na base de carregamento sem-fios. Para quando estiver deitado na sua base de carregamento e o utilizador queira desbloquear o seu dispositivo Android.

Mais ainda, os ficheiros de sistema Android revelariam que o Xiaomi Mi MAX 3 utilizará o sistema Android Oreo 8.1. Esta é a mais recente versão do sistema operativo da Google, sendo atualizado para 8.1 no último mês de dezembro. Todavia, advertem para a possibilidade de este Oreo 8.1 se referir a uma ROM de testes. Ora, e não a uma ROM estável / versão estável e global da MIUI.

Por último apontariam também a presença de conectividade dual-SIM, emissor / porta de infra-vermelhos. Terá também um LED para notificações e um sistema de áudio da Dirac. Terá ainda os novos codecs de áudio da Qualcomm, os aptX e aptX HD para streaming via Bluetooth. Sem esquecer o suporte para cartões de memória microSD (expansão).

Opiniões?

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi A2: Provavelmente o melhor vídeo “concept” deste Android

Samsung. Apple iPhone X é a fonte de novas preocupações

Huawei P20. Afinal não será um clone do iPhone X da Apple?

Fonte | via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).