Xiaomi Mi Max 3. Snapdragon 660 e mais novidades do próximo Android

Rui Bacelar
22 Fevereiro, 2018
Xiaomi Mi MAX 3 Snapdragon 660 Android Oreo Xiaomi Mi 7 Xiaomi Surge S2 Xiaomi Mi Max 3 Xiaomi Mi 7 Android Smartphone Xiaomi Mi 7
Lei Jun, CEO da Xiaomi, apresentado o MI MIX 2. ©reuters

Xiaomi. Fabricante chinesa fundada em 2010 por Lei Jun (na imagem). Atualmente é uma das maiores fabricantes mundiais de dispositivos móveis Android. É particularmente forte no segmento de entrada e gama média. Todavia, os seus próximos topos de gama, Mi Mix 2S e o Mi 7, são alguns dos dispositivos mais antecipados para 2018. Agora, ficamos a conhecer o Xiaomi Mi MAX 3. Chegará com o processador Snapdragon 660 e muito mais.

Com efeito, ao passo que tanto o Mi Mix 2S como o Mi 7 deverão trazer o processador Snapdragon 845 da Qualcomm. Já para quem não quiser investir tanto terá o Xiaomi Mi MAX 3. Este equipamento de gama média alta revelou agora os seus trunfos na comunidade de programadores independentes, a XDA Developers.

Vê ainda: Galaxy S9. Leak de imagens revela as últimas surpresas!

As conclusões apresentadas nesta peça basearam-se na análise dos ficheiros de firmware (software de sistema Android) do Xiaomi Mi MAX 3. Este equipamento já tem vindo a ser alvo de algumas fugas de informação e de vários rumores. Aliás, já em dezembro passado a publicação chinesa CNMO avançaria que este dispositivo chegaria ao mercado com uma bateria de 5500mAh.

Mais ainda, a mesma fonte alegaria que o Xiaomi Mi MAX 3 chegaria com um ecrã de 7 polegadas, formato 18:9. Indicariam também o processador Snapdragon 630 ou Snapdragon 660, ambos da norte-americana Qualcomm, consoante a variante / modelo em questão.

Xiaomi Mi MAX 3 revela alguns dos seus trunfos

Note-se que ainda há muito por esclarecer sobre este dispositivo Android e que até à sua apresentação o Xiaomi Mi MAX 3 pode não passar de um mito. Tal como nos conta a XDA, com base na observação / estudo dos ficheiros de sistema Android não foram encontradas referências ao tamanho do ecrã / tela. Todavia, há ilações a ser retidas com base na análise desta comunidade. Começando pelas especificações técnicas do dispositivo Android já fazemos agora uma boa ideia do que esperar.

Xiaomi Mi MAX 3 chegará com o Snapdragon 660 da Qualcomm

Tal como os rumores haviam sugerido no passado, a análise do firmware apurou a presença do processador Snapdragon 660 da Qualcomm. Este será o seu "coração". Todavia, não está excluída a possibilidade de a Xiaomi equipar uma das variantes com o Snapdragon 630 se assim bem entender.

Xiaomi Mi MAX 3 Android Snapdragon 660 Xiaomi smartphones mercado chinês 2 anos
Em breve poderemos ter um novo dispositivo de gama média-alta da fabricante chinesa.

Em seguida, a XDA avança ainda que o Xiaomi Mi MAX 3 chegará efetivamente com um ecrã / tela com formato 18:9. É ainda referida especificamente a presença de uma bateria com 5500mAh de bateria. Algo que sem dúvida despertará o interesse de quem procurar um equipamento com boa autonomia. A resolução do ecrã não pode ser aferida a partir da análise do firmware.

Carregamento sem-fios no Xiaomi Mi MAX 3

Todavia, a XDA frisa que o Xiaomi Mi MAX 3 terá efetivamente carregamento sem-fios (wireless charging), uma das tendências do mercado mobile. Algo que certamente estará presente no Xiaomi Mi 7.

Será a primeira vez que qualquer smartphone Android da Xiaomi suporta este tipo de carregamento. Note-se que no finalmente, em 2017, a fabricante aderiu ao Wireless Power Consortium. Daqui em diante poderemos contar com mais dispositivos desta fabricante a suportar esta tecnologia.

Aqui, os ficheiros de sistema Android revelaram que o dispositivo avisará o utilizador caso o carregamento sem-fios tenha sido interrompido. Mais ainda, poderá dizer se a interrupção se deve à má posição do dispositivo ou da base / carregador em si. Durante a sua análise encontrariam também um vídeo e um gráfico em que a Xiaomi explica aos seus utilizadores a maneira correta de posicionar os dispositivos para o carregamento sem-fios.

Imagem presente nos ficheiros de sistema Android

Xiaomi Mi MAX 3 Android Snapdragon 660
O dispositivo representado na imagem não é o Mi MAX 3

A imagem descoberta nos ficheiros de sistema Android (firmware) não deverá retratar o Xiaomi Mi MAX 3. Mais ainda, esta característica (carregamento sem-fios), estará presente em vários outros equipamentos da marca. Trata-se de uma imagem meramente ilustrativa.

Reconhecimento de íris no Xiaomi Mi MAX 3

Em seguida a análise da XDA revelaria quais os sensores utilizados no Xiaomi Mi MAX 3. Este dispositivo Android equipado com o Snapdragon 660 trará o sensor IMX363 da Sony, ou então dois sensores da Samsung.

Mais concretamente os S5K217+S5K5E8. Já na parte frontal, para as selfies, teremos outro sensor da Samsung, o S5K4H7. Mais ainda, nesta parte frontal deveremos ter um leitor de íris para desbloqueio do smartphone. O módulo responsável pelo reconhecimento / scan de íris será o OmniVision 2281.

Chegará com o Snapdragon 660 e Android Oreo 8.1

Android Oreo Xiaomi Mi MAX 3 Snapdragon 660
Chegará com Android Oreo 8.1, possivelmente!

A XDA salienta ainda que, uma vez que o leitor de impressões digitais / sensor biométrico estará localizado na traseira, o scan de íris será uma opção de desbloqueio para quando o smartphone estiver na base de carregamento sem-fios. Para quando estiver deitado na sua base de carregamento e o utilizador queira desbloquear o seu dispositivo Android.

Mais ainda, os ficheiros de sistema Android revelariam que o Xiaomi Mi MAX 3 utilizará o sistema Android Oreo 8.1. Esta é a mais recente versão do sistema operativo da Google, sendo atualizado para 8.1 no último mês de dezembro. Todavia, advertem para a possibilidade de este Oreo 8.1 se referir a uma ROM de testes. Ora, e não a uma ROM estável / versão estável e global da MIUI.

Por último apontariam também a presença de conectividade dual-SIM, emissor / porta de infra-vermelhos. Terá também um LED para notificações e um sistema de áudio da Dirac. Terá ainda os novos codecs de áudio da Qualcomm, os aptX e aptX HD para streaming via Bluetooth. Sem esquecer o suporte para cartões de memória microSD (expansão).

Opiniões?

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi A2: Provavelmente o melhor vídeo “concept” deste Android

Samsung. Apple iPhone X é a fonte de novas preocupações

Huawei P20. Afinal não será um clone do iPhone X da Apple?

Fonte | via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).

Mais na 4gnews

Google Play Store: 18 Apps e jogos Premium que estão agora Grátis
Google Play Store nova versão da APK disponível para download
Opera para Android já te dá uma VPN grátis (download APK)
iPhone de 2020 pode ter processador com nova tecnologia
Xiaomi é a exceção à regra e cresce seriamente em 2018
Apple AirPods 2 revelados de forma oficial! Chegou o carregamento sem fios

Artigos que não podes perder

Descobre 10 produtos Xiaomi que valem a pena comprar
Os smartphones com os melhores processadores - Outubro 2018
Onde comprar Xiaomi? As lojas online e físicas com os preços mais baixos
Como saber se o teu produto Xiaomi é falso ou original?
Os 10 melhores telemóveis chineses a ter em atenção em 2018
Os 15 melhores telemóveis baratos que valem (realmente) a pena em 2018