Xiaomi Mi A2. O que falta saber sobre o novo smartphone Android One?

Rui Bacelar

Xiaomi Mi A2 Android Oreo Google Android OneA Xiaomi é atualmente a 4ª maior fabricante mundial de dispositivos móveis, conseguindo também chegar ao 4º lugar no mercado europeu. Em breve apresentará o seu novo Xiaomi Mi A2 lançado ao abrigo do programa Android One da Google. Iniciativa através do qual receberá numa primeira fase o Android Oreo "stock" ou puro.

Receberá posteriormente o Android P (a 9ª versão do sistema operativo), ainda em desenvolvimento à data deste artigo. Esta fabricante habituou-nos a um ritmo acima da média de lançamento de novos produtos.

Vê ainda: Xiaomi Mi A1 – O 1.º passo na direção certa graças ao Android One da Google

Neste momento são já vários os smartphones de sucesso da fabricante chinesa mas poucos se comparam ao Xiaomi Mi A1. Este foi o dispositivo que catapultou a empresa para os mercados europeus, muito em parte graças ao programa Android One da norte-americana Google.

Desde a sua fundação em 2010 que poucos produtos da empresa de Lei Jun têm suscitado tanta expectativa como o Xiaomi Mi A2. Terminal que terá que pelo menos estar à altura do seu antecessor, o ainda virtuoso Mi A1.

Android One, o segredo para o sucesso do Mi A1

O segredo do Mi A1 reside não só na excelente relação preço-qualidade ou custo-benefício, algo que se deve à limitação da margem de lucro em 5% nos produtos desta marca. Reside também na utilização do sistema Android no seu estado mais puro ou stock. Isto graças ao programa / iniciativa Android One. Algo que delega na Google as responsabilidades de atualizações de segurança e sistema.Xiaomi Mi A2 Xiaomi Mi A1 Android One Google

Significa também que os terminais lançados ao abrigo do Android One abdicam da interface própria da marca, a MIUI. Em suma, esta parceria com a Google garante aos utilizadores do Mi A1 e posteriormente do Xiaomi Mi A2, atualizações periódicas e um ambiente "puro".

Xiaomi Mi A2 chegará em breve ao mercado Android

Apesar de este Mi A1 ter enfrentado alguns entraves com as primeiras atualizações de sistema, as atualizações de segurança nunca tardaram. Agora, para 2018 teremos o Xiaomi Mi A2, esperançosamente já sem qualquer tipo de percalços com as atualizações de sistema.

Importa aqui frisar que todo e qualquer consumidor se sente valorizado quando o seu smartphone é atualizado. Posto isto, o programa Android One garante que os utilizadores de "X" marca não terão que se preocupar com a falta ou esquecimento de atualizações.

Agora os utilizadores e consumidores já aguardam pelo Xiaomi Mi A2, inquirindo-se cada vez mais frequentemente sobre a data da sua chegada. Apesar de não existirem datas oficiais para a sua apresentação, as provas circunstanciais de que tal não tardará já abundam.

O que é que já sabemos sobre o Xiaomi Mi A2?

Muito recentemente assistimos a uma publicação da GSMarena onde publicava um vídeo hands-on sobre o Xiaomi Mi A2. O vídeo seguia o formato hands-on ou primeiras impressões em que a dupla espanhola dava a conhecer as características do smartphone.

Aí vimos um vídeo já totalmente produzido e isto diz-nos que já circulam unidades para teste ou divulgação / marketing pelos influenciadores de mercado. Vídeo este que foi produzido e inadvertidamente publicado (por momentos) pela dupla espanhola, os PimpiTronic.Xiaomi Mi A2 Android Oreo Google Android One

O vídeo contava com 11 minutos de duração. Mostrando-nos aí o aspecto físico do smartphone bem como o ambiente gráfico do Android One. O vídeo foi prontamente removido do YouTube sem que uma cópia dele se conheça (infelizmente neste caso).

O Android One será a "alma" do Xiaomi Mi A2

Todo o material que temos resume-se à thumbnail e a esta captura de ecrã do suposto Xiaomi Mi A2. Aqui, para além de podermos ver um Apple Watch e um OnePlus 5T, temos também um ambiente gráfico muito similar ao que encontramos no atual Mi A1.

No supra-citado vídeo vimos também algumas amostras de fotografias e audio-visual capturado com a sua câmara. Vimos também a navegação entre menus, opções e definições onde era identificado o Android Oreo. Vimos também a referência ao Android One.

O Mi 6X será o "corpo" do Xiaomi Mi A2

Tal como em 2017 o smartphone Mi 5X deu o corpo (hardware) ao Mi A1, em 2018 o smartphone Mi 6X fará o mesmo ao Xiaomi Mi A2. Na prática teremos aqui um smartphone com 6 polegadas de ecrã, sem notch.

Xiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-Snapdragon-660-5.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-Snapdragon-660.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-Snapdragon-660-1-1.jpgXiaomi-Mi-6X-Azul.jpgXiaomi-Redmi-Note-5-Pro-Xiaomi-Mi-6X.jpgXiaomi-Mi-6X-Android-Oreo-Google.jpg

Utilizará um painel IPS LCD com resolução Full-HD+, portanto 2160x1080p com o formato 18:9. Mais ainda, o seu processador será o Snapdragon 660 da norte-americana Qualcomm. Plataforma móvel com 8 núcleos de processamento a 2.2Ghz (frequência).

Contará ainda com 4GB de memória RAM e um total de 64Gb de armazenamento interno, aqui na sua versão base. Espera-se ainda que o terminal mantenha as câmaras de 20MP e de 12MP na sua traseira. Terá portanto com uma configuração dupla de alinhamento vertical.

Snapdragon 660 da Qualcomm será o seu "coração"

Já na sua parte frontal contamos com uma câmara de 20MP para todas as tuas selfies e video-chamadas. Apresentará ainda uma bateria de 3010mAh de capacidade. Isto para além do leque habitual de conectividades como o USB do Tipo C e Bluetooth 5.0.

Já as atualizações e todo o software ficará ao cargo do programa Android One da Google. Aqui com as suas próprias apps e serviços. Em suma, teremos aqui o ecossistema da tecnológica norte-americana no seu estado "puro".

O preço de venda ao público do Xiaomi Mi A2 não se deverá afastar dos valores praticados pelo seu antecessor. Preços que poderás consultar acima.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi A1 prestes a receber o mais recente Android Oreo 8.1

Xiaomi sem infra-estruturas comparáveis à Huawei, Apple e Samsung

Xiaomi está a atualizar smartphones eleitos com a MIUI 10 Global Beta

Fonte | via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.