Xiaomi Mi 9 é tão resistente quanto bonito!

Filipe Alves

O Xiaomi Mi 9 é o mais recente smartphone da Xiaomi e se segues a 4gnews sabes que o smartphone é formidável. O novo smartphone dá-nos especificações topo de gama, um design super elegante, sensor biométrico no ecrã e um preço impossível de resistir.

Contudo, a Xiaomi nem sempre promete no que toca à resistência do smartphone. Ainda que os últimos modelos topo de gama se tenham mostrado resistentes, lembro o que se passou com o Xiaomi Mi 5 ou mais recentemente com o Redmi Note 7. Smartphones que não aguentaram o teste de resistência de JerryRigsEverything.

Assim sendo, chegou a vez do Xiaomi Mi 9 dar nas vistas. O smartphone teve uma prestação louvável ao passar em todos os pontos possíveis e imaginários.

Xiaomi Mi 9 passa com distinção ao teste de resistência

Porém, há um ponto a salientar. A Xiaomi refere que a sua câmara traseira é protegida com vidro safira. Pois bem, a safira é um cristal e bem caro por sinal. O que a Xiaomi fez foi integrar a safira com o vidro. Ou seja, tem mais resistência do que o vidro aos arranhões mas não tem tanta resistência quanto a safira. O mesmo faz a Apple com os iPhone.

Xiaomi Mi 9

Sinceramente este é um ponto positivo. Ainda que não seja verdadeiramente safira, tem aqui uma boa junção que nos dá mais proteção. Ainda assim não vemos o preço do smartphone a subir por isso.

O sensor biométrico no ecrã surpreende ao desbloquear à mesma com o vidro riscado. Em suma, não te vais preocupar tanto quanto o Samsung Galaxy S10 com os riscos. Contudo, a tecnologia não é tão rápida ou segura quanto o sensor ultra-sónico da Samsung.

Em suma, o Xiaomi Mi 9 safa-se bem no teste de resistência e surpreende. Fico feliz de ver smartphones com esta possibilidades a um preço bem abaixo da concorrência.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.