Xiaomi Mi 7 pode chegar em abril, Xiaomi Mi 6 desaparece das lojas

Rui Bacelar
Xiaomi Mi 6 Xiaomi Mi 7 Android Oreo
Aqui podemos ver uma das mais elegantes cores / esquemas de cor para o topo de gama de 2017.

Estamos prestes a conhecer o próximo topo de gama Android da fabricante chinesa fundada em 2010 por Lei Jun. Depois depois de já termos conhecido o novo phablet Mi MIX 2S, está quase na hora de conhecer o Xiaomi Mi 7 e o seu lançamento poderá estar próximo. Com efeito, o seu antecessor, o atual Xiaomi Mi 6 que ainda continua a liderar as hostes deste alinhamento de produtos.

Olhando para trás veríamos o Xiaomi Mi 6 a ser apresentado no dia 19 de abril de 2017, na China, na altura ainda só com uma opção RAM, 6GB. Vários meses depois, em novembro, assistiríamos à introdução de uma variante com 4GB de memória RAM. Contava também com 64GB de memória interna. Seria um ótimo "golpe" de marketing e com preços ainda mais competitivos para este topo de gama low-cost.

Vê ainda: Huawei Honor 10 - Alegadas especificações referem 100% de ecrã

Já por outro lado, as versões com 6GB de memória RAM e 64GB de armazenamento interno continuariam a ser bem procuradas. Até mesmo a versão com 6GB de RAM e 128GB de armazenamento interno. Esta que é uma das mais cara das variantes do smartphone Xiaomi Mi 6. Agora, as variantes com 6GB de memória RAM já desapareceram da loja oficial da Xiaomi.

Mais ainda, desapareceriam também de algumas lojas parceiras da marca como a JD.com, bastante popular na China. Resta saber se isto é um prenúncio da chegada do Xiaomi Mi 7 ou apenas uma quebra temporária no stock do produto. Note-se ainda que a versão com 4GB de memória RAM continua disponível na loja oficial da marca.

Xiaomi Mi 6 esgotado, Xiaomi Mi 7 a caminho?

Ainda assim, tendo em conta todos os rumores alusivo ao Xiaomi Mi 7 é certo que chegará em breve. Espera-se que a marca dê pelo menos um mês de intervalo entre a apresentação do Mi MIX 2S e o Xiaomi Mi 7. Posto isto, poderemos ter que esperar até ao final de abril ou meados de maio para conhecer o próximo Xiaomi Mi 7. Entretanto continuam a ser divulgados novos rumores como a presença do leitor de impressões digitais já sob o ecrã do terminal. Esta possibilidade seria referida pelo próprio CEO da empresa, Lei Jun.

Xiaomi Mi 7 Android Xiaomi Mi 6
A presença de um sensor biométrico alojado sob o ecrã volta a ser referida para este topo de gama.

O que trará de novo o Xiaomi Mi 7?

Dando ouvidos aos rumores alusivos a ao sucessor do Xiaomi Mi 6 teremos aqui um novo ecrã OLED no próximo topo de gama. Contará com uma resolução Full-HD+ (1080p) com o formato 18:9 ou 19:9 para acomodar a notch no topo do ecrã. Com efeito, a presença deste entalhe ou monocelha já havia sido referida anteriormente. Teremos aqui um painel com 6.01 polegadas de diagonal.

Já no "coração" do Xiaomi Mi 7 teremos um processador da Qualcomm, o Snapdragon 845 da tecnológica norte-americana. Este é o mesmo processador do Mi MIX 2S e também estará presente no OnePlus 6 e vários outros topos de gama. Contará também com uma versão "Plus" caso os rumores tenham algum fundamento de verdade.

Resta-nos agora esperar pela sua apresentação oficial, podendo o terminal contar também com 6GB a 8GB de memória RAM. Teremos ainda um total de 256GB de armazenamento interno na sua versão de topo. Por último, a nível de capacidade de bateria poderemos ter 3400mAh neste terminal Android. Contará também com suporte para a tecnologia de carregamento sem-fios.

Sem esquecer a sua câmara traseira, dupla, com dois sensores de 16MP e um novo mecanismo de autenticação 3D similar ao Face ID da Apple. Nenhuma destas informações deve ser interpretada como vinculativa pois só no dia da apresentação é que teremos a confirmação oficial.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Honor 10 deslumbra em novas fotos com ecrã completo

OnePlus 6 chega em Abril à Europa perante a aposta da Huawei e Xiaomi?

Huawei Mate 20 já revelou o seu poder na AnTuTu com o Kirin 980

Fonte |

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.