Xiaomi Mi 7 Android Smartphone Xiaomi Mi 7
Lei Jun, CEO da Xiaomi, por alturas da apresentação do seu topo de gama MI MIX 2

Xiaomi, uma jovem empresa chinesa fundada em 2010 por Lei Jun, na foto, está prestes a apresentar o seu próximo topo de gama. Chamar-se-á Xiaomi Mi 7 e poderá fazer tremer nomes bem sonantes como os Samsung Galaxy S9 e sobretudo os conterrâneos Huawei P20. Foi a construtora que mais cresceu de acordo com a agência Counterpoint no terceiro trimestre de 2017, tal como podem ver aqui na 4gnews.

Contudo, ainda há bem pouco tempo, sobretudo em 2014 e 2015, a Xiaomi atravessou um período de crise e contração. Agora, só no terceiro trimestre de 2017 conseguiu crescer a três dígitos – cerca de 102,5%. Cifra que lhe garantiu novamente uma posição entre o Top 5 das maiores construtoras de dispositivos móveis em todo o mundo.

Vê ainda: 22 aplicações gratuitas na Play Store para o teu Android

Além disso, a empresa de Lei Jun é a que mais rapidamente tem crescido. Mais impressionante é o facto de só vender smartphones – por via oficial – em apenas 14 países. É ainda a maior construtora no 2º maior mercado mundial, a Índia. Aí, conseguiu igualar e superar a Samsung, a maior construtora mundial de dispositivos móveis.

Lei Jun já definiu os princípios orientadores do Xiaomi Mi 7

Por fim, a marca conseguiu alcançar a sua meta de receitas com a venda de dispositivos móveis. Conseguiu alcançar a fasquia dos 100 mil milhões de Yuan, cerca de 15 mil milhões de dólares.

Valor atingido no passado mês de outubro. Agora, está na altura de olhara para o futuro e para o Xiaomi Mi 7, o seu próximo topo de gama. Dispositivo que já tem sido alvo de vários rumores, fugas de informação e até mesmo algumas confirmações oficiais.

Lei Jun tem garantido que a marca cresce a bom ritmo. Garantindo também que não se volta a esticar demasiado como sucedeu no passado. Hoje, Lei Jun anunciou no seu perfil pessoal da Weibo – rede social chinesa – que o seu Xiaomi Mi 7 se focaria em dois factores essenciais.

Inovação e Qualidade. Dois dos factores mais importantes em todo o mercado mobile. Sem eles nenhuma marca pode querer ser respeitada ou cobiçada. Lei Jun sabe disso. Afirmou que “A inovação determina o quão alto poderemos voar. A qualidade determina quão longe poderemos ir“. O Xiaomi Mi 7 será o seu próximo smartphone e será o reflexo desta postura da marca.

O que é que já sabemos sobre o Xiaomi Mi 7?

Estes serão os vetores que guiarão a tecnológica chinesa nos seus próximos lançamentos. O seu preço continuará a ser extremamente competitivo e bastante cativante tendo em conta o hardware utilizado.

Por isso mesmo, as expectativas em torno do próximo Xiaomi Mi 7 ficaram ainda mais elevadas. Sobre ele já sabemos que trará o novo processador topo de gama da Qualcomm, o Snapdragon 845 da Qualcomm. Trata-se de um SoC com 4x 2.8GHz (Cortex-A75) para alta performance e outros 4x 1.7GHz (Cortex-A55) para tarefas menos exigentes.

Este “motor” será acompanhado pela gráfica Adreno 630 e é construído segundo o processo 10nm LPP FinFET. Será sem dúvida uma das grandes novidades do Xiaomi Mi 7 mas estará longe de ser a única. A sua presença no próximo topo de gama da tecnológica chinesa já aqui foi confirmada anteriormente.

Lei Jun Xiaomi Mi 7 Android Smartphone Xiaomi Mi 7
O próximo topo de gama da marca deverá ser apresentado em abril ©reuters

Espera-se que o seu corpo seja construído em vidro e metal. À semelhança do atual Mi 6. Contará também com a possibilidade de carregamento sem-fios. Algo que também já aqui foi praticamente confirmado anteriormente.

À luz dos princípios orientadores estipulados por Lei Jun, podemos também contar com um novo ecrã ou display de 6 polegadas. Terá também o novo formato de tela 18:9 para que também continue a ser relativamente fácil a sua utilização com uma só mão. Será um aumento considerável das dimensões do ecrã. Isto sem que as dimensões físicas do dispositivo sofram um aumento desmesurado.

Lei Jun quer que o seu Mi 7 seja inovador e de qualidade

O dispositivo deverá estar disponível em mais do que uma variante para que os utilizadores possam optar entre 64 ou 128GB de armazenamento interno.

Este, à semelhança dos demais dispositivos da marca, não será expansível com um cartão de memória microSD. Espera-se ainda que o jack de 3.5mm continue presente. Contará também com uma porta USB do Tipo C para carregamento e transferência de dados.

Uma área onde esperamos ver melhorias significativas será no departamento fotográfico. Os dispositivos da Xiaomi são notórios pela sua ótima relação qualidade preço e pelas sua câmaras fotográficas medíocres. Com poucas excepções como o novo Xiaomi Mi Note 3.

A nível de memória RAM poderemos aqui encontrar 6 até 8GB de memória. Tudo isto para tornar a interface MIUI 9 – possivelmente já baseada no Android Oreo 8.0, ainda mais fluída. Espera-se também que a marca desenvolva um novo mecanismo de desbloqueio através do reconhecimento facial. Tecnologia que poderá rivalizar com a solução da Apple, a Face ID.

Qual seria o preço “perfeito” para o Xiaomi Mi 7?

Se quiseres, e para não perderes os próximos artigos, listas, dicas e análises, fiquem atentos às nossas redes sociais como a página de FacebookInstagram. Estas são as nossas principais redes sociais.

E claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais todas as segundas-feiras às 21:30, hora de Lisboa. Podes também descarregar a nossa app para Android, AQUI. Desta forma terás acesso a todas as notícias e novos conteúdos a partir do teu smartphone.

E tu, estás à espera deste novo Xiaomi Mi 7? Acreditas que ele possa realmente impor-se perante os demais concorrentes Premium? Deixa-nos a tua opinião abaixo, nos comentários.

 

Assuntos relevantes na 4gnews:

Google Play Store – Malware em apps afetou 7.5 milhões de Android’s

Energizer Power Max P600S – smartphone Android com 4500mAh de bateria

Alcatel 5 – Assim será o próximo topo de gama da Alcatel

Viagizchina
FonteWeibo
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).