Home Android

Xiaomi reforça a sua aposta no 2.º maior mercado mundial de smartphones

A Xiaomi reforça a sua aposta naquele que é o 2º maior mercado mundial de dispositivos móveis.

Xiaomi India smartphones mercado mundial
A fabricante chinesa reforçará a sua aposta naquele que já é o 2º maior mercado mundial.

Já é uma das maiores fabricantes mundiais de dispositivos móveis e prepara-se para reforçar a sua aposta na Índia. Com efeito, a tecnológica chinesa, já a 4ª maior fabricante de smartphones na China segundo os dados da agência IDC. Já de acordo com a agência Gartner, a Xiaomi acabou 2017 com 6.9% da quota de mercado mundial. Seria a marca que mais cresceria durante o último ano.

Com efeito, neste momento temos uma Xiaomi que já lidera o mercado indiano, o 2º maior mercado mundial de dispositivos móveis – dados da agência Canalys. Dados que seriam reiterados pela agência CMR em fevereiro último. A tecnológica chinesa conseguiria o 1º lugar no final de 2017 após ter ultrapassado a sul-coreana Samsung. Posição que agora quer ver reforçada.

Vê ainda: Xiaomi Mi 7. Imagens reais levantam novas questões sobre

Para tal, apostará no 2º maior mercado mundial com a mão de obra local. Com efeito, a marca anunciaria hoje a abertura de 3 novas linhas de produção (fábricas) de smartphones espalhadas pela Índia. Mais ainda, contarão também com o apoio da construtora Foxconn para aí se implementarem.

Ora, depois de atingirem o 1º lugar neste importante mercado mundial, a aposta na produção local é um passo acertado. A título de curiosidade estas linhas de produção serão localizadas em Sriperumbudur, Andhra Pradesh e em Sri City. Estas serão as 3 novas fábricas, acrescendo à linha de produção já existente em Noida, Uttar Pradesh, esta última construída em parceria com a Hipad.

Xiaomi aposta no 2º maior mercado mundial de smartphones

A título de curiosidade é em Uttar Pradesh que são produzidos muitos dos Powerbanks da marca. Sendo também essa linha de produção expandida para começar, também ela, a produzir smartphones além dos gadgets. Perante isto, a Xiaomi passa a ter um total de 6 linhas de produção na Índia, o 2º maior mercado mundial de smartphones e dispositivos móveis. Mais ainda, a marca afirma que 95% dos smartphones vendidos pela marca neste mercado são produzidos localmente.

Segundo as declarações da própria, na sua fábrica construída em parceria com a Foxconn já laboram mais de 10000 funcionários. Destes, mais de 95% são elementos do sexo feminino. Mais ainda, todo o trabalho de montagem dos smartphones é feito pelas funcionárias.

A fabricante chinesa revelaria ainda os seus planos para uma crescente aposta neste crucial mercado de smartphones. Mais concretamente, os planos para começarem a produzir os PCB (Printed Circuit Board), as placas e circuitos, também na Índia. Ora, escusado será dizer que todos os smartphones utilizam este componente pelo a sua importância não pode ser subestimada.

Por último, neste 2º maior mercado mundial de smartphones a Xiaomi já detém 26.8% da quota de mercado nesse país. Mais ainda, a nível de comércio online a Xiaomi domina com uns incríveis 57% de quota de mercado.

Assuntos relevantes na 4gnews:

 Já podes instalar a nova App de câmara da Nokia – APK

Samsung Galaxy Note 8 recebe finalmente o Android Oreo em Portugal

Xiaomi Mi 6X – Esta poderá ser uma nova imagem real deste Android

Fonte | Via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).
Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia