Xiaomi lidera o mercado de smartphones Android 5G no 2.º trimestre de 2021

Rui Bacelar
Comentar

A Xiaomi é já uma força dominante no mercado global de smartphones e dispositivos móveis como demonstrou recentemente a agência de análise de mercado Counterpoint Research. Agora, contudo, é a Strategy Analytics quem dá uma nova vitória à Xiaomi.

Mais concretamente, a agência Strategy Analytics aponta a posição cimeira do mercado de smartphones Android com suporte para as redes 5G para a Xiaomi. A fabricante detém quase 26% de quota de mercado neste segmento emergente no mercado mobile.

A Xiaomi também lidera a "revolução" do 5G no mercado de smartphones Android

Segundo o relatório da Strategy Analytics no segundo trimestre de 2021 (abril a junho) foram vendidos mais de 95 milhões de smartphones Android com suporte para 5G. A quinta geração de redes móveis representa o novo salto evolutivo no setor.

Dos 95 milhões de smartphones expedidos no trimestre em questão, 24 milhões de unidades pertencem à Xiaomi. Esta proeza valeu-lhe o título de maior fabricante mundial de smartphones Android 5G durante o período em questão.

Xiaomi Smartphones Android 5G

Olhando para trás, nos últimos 9 trimestres a Xiaomi vendeu um total de 70 milhões de smartphones Android preparados para o 5G. A métrica colocou a Xiaomi logo atrás da gigante sul-coreana Samsung que colocou no mercado 77 milhões de smartphones 5G.

Atendendo ainda aos últimos 9 meses, é a Huawei quem ocupa o primeiro lugar com 95 milhões de smartphones 5G vendidos. Ainda que atualmente não conste sequer no Top 5 de fabricantes, as vendas acumuladas nos últimos 9 meses dão-lhe este destaque.

A Huawei continua a perder terreno face à Xiaomi, OPPO, Vivo, etc

Por outro lado, a Huawei continua a perder quota de mercado, tendo sido já ultrapassada na China e nos mercados globais pelas principais rivais. Entre estas, destacamos a potência em crescimento da OPPO, bem como da sua Realme. Aliás, neste grupo podemos também inserir a Vivo, bem como a Honor, antiga sub-marca da Huawei entre as fabricantes em crescimento.

Noutra tónica, destacamos o crescimento súbito da Lenovo (incluindo aqui a Motorola). Aliás, foi a fabricante que mais cresceu durante o segundo trimestre de 2021, registando um salto de 3480% no volume de vendas de smartphones Android com 5G. Mais concretamente, o grupo Lenovo venderia um total de 1,8 milhões de smartphones durante o trimestre em questão.

Xiaomi POCOPhone

Importa ainda dar o devido destaque à Realme, fabricante que compete diretamente com a Xiaomi e respetivas sub-marcas dedicas aos smartphones baratos como é o caso da Redmi e da POCO. É também neste segmento que se encontram os smartphones Android mais baratos, também estes já preparados para as redes móveis 5G.

Os smartphones 5G são cada vez mais acessíveis graças à Xiaomi, Realme e OnePlus

Olhando especificamente para a Realme, a fabricante detida pela OPPO registou um crescimento anual de 1773%. Aliás, seria responsável pela venda de 5,6 milhões de smartphones Android 5G durante os três meses em questão.

Já a sua empresa irmã, a OnePlus, ficou em terceiro lugar entre as fabricantes que mais cresceram no período em questão. Com efeito, a empresa de Pete Lau cresceu 877% de ano para ano, vendendo uns impressionantes 6,5 milhões de smartphones 5G.

Por fim, como aponta a Strategy Analytics, a conetividade 5G estará presente em praticamente todos os smartphones vendidos em 2022. Até lá, a sua popularidade continuará a crescer, com mais ofertas de baixo custo a incorporar este trunfo.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.