Xiaomi investiga alegada explosão fatal do smartphone Redmi 6A

Rui Bacelar
Comentar

A Xiaomi deu a conhecer o início de uma investigação encetada com o intuito de apurar a verdade sobre a explosão de um smartphone Xiaomi Redmi 6A que, infelizmente, terá causado, ou contribuído para a morte de um ser humano.

O caso ocorreu na cidade de Nova Deli, na Índia, um dos bastiões da fabricante chinesa, sobretudo no segmento de gama média e de entrada.

O caso teve início com a divulgação de várias imagens através da rede social Twitter, acompanhadas da descrição dos eventos elencados em seguida.

Este conteúdo foi partilhado por um sobrinho da alegada vítima que, infelizmente, não terá resistido aos ferimentos causados pelo incêndio subsequente à explosão da bateria do smartphone.

Smartphone Xiaomi Redmi 6A terá estado na origem do incidente

Entretanto, os representantes da Xiaomi Índia afirmam ter entrado em contacto com a família em questão para tentar determinar a causa do infortúnio. Até ao momento, contudo, não foram divulgadas as conclusões da investigação.

A família da vítima partilhou várias imagens e capturas de ecrã do smartphone Xiaomi Redmi 6A totalmente destruído pelas chamadas, com a vítima jazendo ao seu lado. O conteúdo, dada a sua natureza extremamente gráfica, foi censurado pela rede social Twitter.

O caso chegou rapidamente ao conhecimento da Xiaomi, cujos representantes da Índia já estarão a par dos contornos do caso, tendo assim lançando mão da supracitada investigação.

Vítima teria o smartphone a carregar perto da almofada enquanto dormia

Hi @RedmiIndia @manukumarjain@s_anuj Yesterday in Night my Aunty found dead 😭, she was using Redmi 6A, she was sleeping & she kept the phone near her face on pillow side & after sometime her phone blast. It's a bad time for us. It's a responsibility of a brand to support🙏 pic.twitter.com/9EAvw3hJdO

— MD Talk YT (Manjeet) (@Mdtalk16) 9 de setembro de 2022

A Xiaomi procura agora apurar a causa efetiva do incidente, sem mais detalhes conhecidos até ao momento. Note-se que os detalhes a serem apurados podem, dada a natureza do caso, nunca chegar à esfera pública.

Aliás, a Xiaomi não avançou uma previsão de término da investigação, nem avançou mais detalhes sobre o sucedido.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com