Xiaomi portatil

Não é só a Huawei que tem intenção de se lançar num novo mercado, neste caso o da informática propriamente dito, com a provável apresentação do seu novo Matebook já no decorrer da MWC deste ano. A Xiaomi tem também planos para lançar ao mercado um duo de portáteis, de forma a aumentar ainda mais a panóplia de produtos que a mesmo comercializa.

Embora os rumores em torno desta possibilidade sejam ainda um pouco vagos, existem já alguns dados consistentes o suficiente para levarmos a sério esta probabilidade. Daquilo que já é falado, a marca Chinesa tem planeado o lançamento do mesmo terminal com dois tamanhos de ecrã distintos.

   

O mais elegante dos dois terá um ecrã de 12.5 polegadas, como que um ataque direto aos Macbook da Apple, enquanto que o seu parceiro deverá ser de 15 polegadas. Abrangendo as duas opções deverá estar um processador Intel Core i7 de 4ª geração, com 8GB de RAM e ainda uma poderosa gráfica GeForce GTX 760M.

Vê também: Xiaomi Mi 5: Novas imagens inspiradas nas fugas de informação

xiaomi-logo

Ora até agora tudo era falado como sendo para apresentar dentro em breve, mas hoje podemos já colocar alguma calendarização mais especifica para o acontecimento. Segundo fontes relacionadas com a indústria, o modelo de 12.5 polegadas deverá ser apresentado já no decorrer deste verão. Já no caso do modelo de 15 polegadas, este último deverá ser desvendado mais lá para o final do ano.

A probabilidade da apresentação do Huawei Matebook já na próxima semana poderá ter feito soar o alarme dentro da sede da Xiaomi, numa altura em que todas as atenções estão voltadas para o novo Xiaomi Mi5. Nesse caso a empresa deverá querer disponibilizar o seu novo produto o mais rápido possível, mas ainda esperam-nos ainda alguns meses de espera.

Se a Xiaomi mantiver a sua imagem de marca, espera-nos mais um poderoso equipamento por um preço de saldo, já que se fala que estes portáteis possam vir a ser comercializados à volta dos 450€.

Talvez queiras ver:

Viagizmochina
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.