Xiaomi Hugo Barra

A Xiaomi teve um início do ano um pouco atribulado com os números a baixarem mais do que o esperado. A empresa foi adiando o Xiaomi Mi5 até à MWC de 2016 e embora seja um excelente smartphone, continua encurralado por uma forte concorrência.

O Xiaomi Mi5, como qualquer outro Xiaomi,  é obviamente um negócio bem interessante, contudo, nem toda a gente tem coragem de investir os seus preciosos euros online e consigo perfeitamente entender essa situação.

   

Vê ainda: Top 5: Melhores smartphones do momento (Mid 2016)xiaomi-ceo

A Xiaomi resolveu abrandar o fabrico e venda dos seus gadgets no Brasil, no entanto, parece que a empresa está pronta e disposta para arriscar no mercado Europeu. Falou-se há uns tempos que os Xiaomi começarão a chegar com o modelo Europeu, isto é, certificação CEE e ROM Internacional, mas daí a ver a empresa Chinesa abrir o seu próprio posto de venda online de uma forma oficial, vai um pedaço bem grande.

Segundo a Reuters (fonte), a Xiaomi acaba de fazer um negócio com a Microsoft onde comprou mais de 1500 patentes da marca de Redmond, uma forma de evitar processos legais quando à entrada num possível mercado Europeu e Americano.

É referido ainda que parte de negócio seria a pré-instalação das apps da Microsoft, como MS Office e Skype, no teu Xiaomi.

Depois da Microsoft ter posto também um travão no fabrico dos seus Lumia é possível vermos este tipo de negócio daqui para a frente, onde a empresa Americana se focará de uma forma mais concreta no seu software. A ver vamos...

Talvez queiras ver:

FonteReuters
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.