Xiaomi quer ver os seus produtos na primeira casa em Marte

Filipe Alves

Xiaomi quer ver os seus produtos na primeira casa em MarteA Xiaomi quer ir mais longe, literalmente. O novo projeto em conjunto com a Openarch revela o objetivo de desenhar casas preparadas para Marte. Aquele planeta distante que tanto queremos conquistar.

Ainda que a nossa tecnologia já tenha batido no solo do planeta vermelho, continuamos a aguardar ansiosamente o momento em que o Homem pisar pela primeira vez um outro planeta que não Terra.

Vê ainda: Mi Mix 3 e OnePlus 6T: 5 razões para escolheres um destes

Elon Musk e a Space X são os grandes impulsionadores desta exploração espacial. Embora a Boing e NASA já tenham indicado que querem aterrar primeiro no planeta vizinho, é Elon Musk que vai tornando o sonho de visitar Marte mais real.

Xiaomi e Openarch sonham em levar uma casa inteligente para Marte

Contudo, levar o Homem a Marte não é tão simples quando a lua. Os astronautas teriam de passar meses dentro de uma nave expostos a gravidade zero e radiações. Logo depois, teríamos de descobrir uma forma de aterrar no outro planeta sem esmagar os tripulantes e a nave em que viajam.

Todavia, o pior chega depois. Viver num planeta inóspito. Um planeta sem recursos naturais, sem oxigénio e com água reduzida (ou assim se presume).

Todos os detalhes são importantes, principalmente a forma como estes astronautas iriam viver. Por isso a Openarch e a Xiaomi desenharam uma casa capaz de ser auto-suficiente, capaz de ser transportável e viver da reciclagem.

Pode-se ler no website da Openarch sobre o projeto em conjunto com a Xiaomi:

"Na House Vision, OPEN x XIAOMI desafiam as convenções do espaço vital e propõem novas possibilidades para o futuro. Talvez a casa não seja apenas um ponto final arquitetônico estável, mas um produto industrial portátil e transferível. Talvez o design possa trazer mais do que melhorias superficiais na qualidade de nossos espaços. Talvez através da aplicação de novo design às casas do futuro, possamos finalmente explorar a natureza de nossas necessidades essenciais e de uma vida realmente simples.

Imagine que a humanidade é forçada a se estabelecer em Marte, nosso distante e solitário vizinho planetário. Lá, não podemos confiar em recursos naturais, como nos acostumamos à Terra. Lá, não temos escolha senão reduzir a quantidade excessiva de nossos antigos estilos de vida e carregar apenas o mínimo necessário. A reciclagem será a única forma de sobrevivermos. Ao deixar de lado o 'extra', vamos repensar nossas vidas em um ambiente simplificado. À medida que descobrimos nova apreciação em cada gota de água, cada mordida de comida e cada sopro de ar, Podemos finalmente encontrar a paz interior e descobrir a verdadeira natureza da liberdade?"

O objetivo da parceria faz com que a Xiaomi forneça todos os aspetos tecnológicos da casa. Luzes inteligentes, produtos para reciclagem ou até drones para sobrevoar Marte. Enquanto que a Openarch desenha a melhor casa possível para o ambiente que se encontra no planeta vizinho.

Ainda que não seja aquilo que certamente veremos em Marte, as ambições de ambas as empresas são claras. A Xiaomi já pensa em conquistar o próximo mundo.

Editores 4gnews recomendam:

Mi A2 está a apresentar problemas de bateria

Mi MIX 3 e LG V40 ThinQ podem dar nova vida ao mundo Android

Mi Mix 3 com data de apresentação marcada. Mal posso esperar!

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.