Xiaomi Black Shark: Estará o Android preparado para o mundo gaming?

Filipe Alves
Xiaomi Black Shark: Estará o Android preparado para o mundo gaming?
Alegado xiaomi Black Shark com o sistema Android

O Xiaomi Black Shark foi tema no nosso último podcast que já podes ouvir em qualquer aplicação com esse propósito. O novo dispositivo da Xiaomi, que alegadamente chegará nos próximos dias, promete revolucionar o mundo dos gamers. Mas até que ponto é que realmente precisamos de um Android com capacidades gaming?

O sistema operativo Android é quase perfeito. Não fosse a fragmentação de mercado entre as atualizações do sistema, o mundo Android viveria uma hegemonia incomparável.

Vê ainda: Já podes instalar a nova App de câmara da Nokia – APK

O sistema da Google oferece mil e uma formas de personalização, é um sistema livre e oferece uma enorme quantidade de aplicações grátis. Mas até que ponto é que as apps grátis no Android são benéficas para o mundo gaming? É este o meu ponto.

É aqui que não vejo o Xiaomi Black Shark a ter grande sucesso. O novo smartphone da marca pode até ter uma qualidade para gaming interessante, contudo, as aplicações continuarão as mesmas.

Xiaomi Black Shark será o concorrente ao primeiro smartphone Android Gaming da Razer

Ou seja, as apps do Android estão longe de ter uma qualidade relevante para o mundo gaming. Enquanto, que por exemplo, os jogos para a Nintendo Switch ou até a antiga PSP, eram feitas exclusivamente para aquele hardware. Os jogos na Google Play Store são feitas para o máximo de smartphones possíveis.

Isto significa que até podes ter um smartphone fantástico para gaming, porém, os jogos não serão propriamente a pensar naquele produto mas sim no público abrangente. Como consegues convencer um desenvolvedor a preparar o seu jogo para um smartphone com controlos se a maior parte dos utilizadores vivem de touch?

Sem falar na qualidade de gráficos e Interface. Os smartphones estão cada vez melhores e com mais especificações. Contudo, as aplicações continuam com gráficos inferiores a uma Nintendo Switch. Isto porque o smartphone é feito para bem mais do que jogar.

Por ter de instalar uma antena de rádio, câmaras fotográficas de qualidade, auscultadores de chamada e tudo o resto. Os terminais tem um espaço limitado para a o hardware que será verdadeiramente utilizado no mundo gaming.

Não quero com isto dizer que o Xiaomi Black Shark não merece a tua atenção. Muito pelo contrário. Porém, não me parece que o sistema Android tenha capacidade de alimentar o vício dos verdadeiros gamers à volta do mundo.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Mi Max 3 chegará com Oreo e preço mais competitivo

Google Play Store: Aplicação 4gnews ultrapassa os 10 mil downloads

Apple: iPhone de 2019 com 3 câmaras como o Huawei P20 Pro?

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.