Xiaomi 12 Pro é massacrado em teste de resistência. Será que resiste?

Bruno Coelho
Comentar

O Xiaomi 12 Pro é o mais recente topo de gama da fabricante chinesa para os mercados globais. Lançado durante o mês de março, passou finalmente pelo habitual teste de resistência do canal de YouTube JerryRigEverything.

O smartphone chega com uma proteção de Gorilla Glass Victus, e moldura em alumínio. No ecrã isso faz com que os riscos apareçam a partir do nível 6 da escala de Mohs, que é o padrão nestes painéis de smartphone.

A zona das câmaras é de metal, pelo que o x-ato acaba por proporcionar-lhe alguns riscos à sua passagem. Após alguns segundos da presença do isqueiro junto do ecrã, este acaba por ter danos irreparáveis.

O sensor de impressões digitais embutido no ecrã parece ser resistente a riscos de nível 7 na escalada Mohs. Isto porque mesmo com esses riscos acima do que será normal ver no período de vida, continua a funcionar.

Xiaomi 12 Pro resiste ao temido teste de dobragem

A parte mais temida destes vídeos é sempre o teste de dobragem. Após tentativa de dobragem a partir da frente, vemos alguma flexão. O mesmo acontece na tentativa de dobragem a partir de trás.

Ouve-se um som no interior do smartphone a cada tentativa de dobragem que vem do interior. No entanto, este resistiu como um campeão ao temido teste de durabilidade promovido por Zach Nelson.

E o mesmo não se pode dizer do OnePlus 10 Pro. Este ficou conhecido por ser o mais recente smartphone topo de gama a falhar miseravelmente neste teste de durabilidade.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.