Android Vivo Y83 MediaTek Helio P22 1
Este é o primeiro smartphone Android a incorporar o novo SoC da chinesa MediaTek

Vivo, uma das três maiores fabricantes no maior mercado mundial de smartphones, a China, acaba de lançar um novo smartphone Android. Chama-se Vivo Y83 e apesar de o seu nome não ser particularmente atraente, destaca-se por ser o primeiro smartphone com o processador Helio P22 da MediaTek.

Com efeito, o SoC (system on chip) Helio P22 é a mais recente aposta da fabricante chinesa de processadores e semi-condutores. Caracteriza-se pelo processo de construção (litografia) a 12nm. As suas restantes configurações técnicas podem aqui ser consultadas.

Vê ainda: OnePlus 6 está disponível por 492€ por tempo limitado

Para além do novo processador da MediaTek, este smartphone Android prima pela construção. Dá-nos um envelope de vidro (construção em vidro) com uma estrutura metálica. As suas características colocam o smartphone no segmento de gama média / baixa.

Em primeiro lugar, no smartphone Android, Vivo Y83, temos aqui um ecrã de 6.22 polegadas. Um grande display com uma modesta resolução de HD+ (1520×720 pixéis). Este ecrã, como ditam as tendências de 2018, é dotado de uma notch no topo do mesmo.

Vivo Y83 é o primeiro smartphone com o SoC MediaTek Helio P22

Graças à “notch” temos aqui o formato 18:9 neste smartphone Android de gama baixa com uma moldura muito reduzida. Ainda assim temos uma margem notória na parte inferior, o queixo do terminal. Já os seus botões principais (On / Off) e seletor de volume estão localizados na lateral direita do equipamento. No topo tempos a sua câmara frontal, sensores e auscultador, perfazendo a “notch”. Cumpre ainda destacar os seus cantos arredondados e construção cuidada.

Vivo Y83 MediaTek Helio P22 4
Trata-se de um novo dispositivo Android que prima pela qualidade de construção.

Na traseira, o Vivo Y83 apresenta uma única câmara, localizada no canto superior esquerdo. Temos também um flash LED dedicado, logo ao lado desta sua única câmara.

Algo que não foi totalmente clarificado pela marca foi o seu material de construção. Apesar de o mesmo aparentar ser construído em metal, a fabricante Android permanece omissa nesse ponto.

Câmara de 8MP para as selfies ecrã “contemporâneo” neste Vivo Y83

Ainda assim, o smartphone Android estará disponível em Preto, Branco e em Vermelho, um tom bastante procurado no mercado asiático. Na sua parte frontal temos uma câmara de 8MP com vários modos de beleza para as selfies.

Vivo Y83 MediaTek Helio P22 3
O smartphone Android conta com a típica notch que tem caracterizado o mercado em 2018.

Com efeito, para além de um sensor de 8MP, a Vivo afirma que graças à Inteligência Artificial (IA), temos aqui o reconhecimento automático dos cenários. Mais ainda, o terminal será capaz de reconhecer o rosto do utilizador para desbloquear o smartphone.

Processador Helio P22 da MediaTek tem a sua estreia neste Vivo

Podemos ainda referir a presença de algoritmos de IA para aplicar automaticamente vários perfis de maquiagem, podendo o utilizar ver o resultado final e, desta forma, inspirar-se. Pode parecer estranho nos mercados ocidentais mas é uma característica muito em voga na Ásia.

Na traseira deste smartphone Android termos uma câmara principal de 13MP com uma abertura focal de f/2.2. Note-se que o terminal não conta com um sensor biométrico / leitor de impressões digitais para desbloquear o smartphone.

Software – Android Oreo 8.1 com a FunTouch OS 4.0

Posto isto, para além dos métodos típicos como a palavra-passe ou código PIN o reconhecimento facial será uma mais valia. A alimentar tudo isto temos uma bateria de 3260mAh para que não fique sem energia a meio do dia.

O smartphone utiliza o sistema operativo Android Oreo 8.1 com a FunTouch OS 4.0, a interface própria da marca. Já a nível de preços, na China o terminal custará 235 dólares.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Redmi S2 – Primeiras impressões do novo smartphone Android

Android. Os 5 aspetos que fazem do HTC U12+ um ótimo smartphone

Sony. Em cerca de 3 anos, os Sony Xperia poderão desaparecer

Fonte | via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).