Viver com Bitcoin por 2 semanas não foi complicado! (vídeo)

Filipe Alves

As criptomoedas, como Bitcoin ou Ethereum, estão a dar que falar nos dias de hoje. Embora seja uma "moeda" com alguma instabilidade, é certamente uma opção válida para muitos seguidores deste mundo e ainda pessoas em países com dificuldade económica.

Temos o caso da Venezuela por exemplo, que em alturas de crise começa a olhar para Bitcoin como uma possibilidade de salvaguardar o seu tão amado dinheiro desvalorizado. Mas até que ponto é possível viver só e apenas de Bitcoins?

Vê ainda: Podcast: Criptomoedas e BlockChain ao pormenor

Não faz muito tempo que decidi entrar no mundo de Bitcoins e criptomoedas. Há pouco mais de um mês investi alguns trocos e transformei algum do meu dinheiro em memórias de transações virtuais. Afinal de contas é exactamente isso que o Bitcoin, Ethereum e outras são.

Depois de ter falado na carteira que uso para guardar as minhas moedas digitais, decidi fazer uma experiência no mundo real. Até que ponto é que se transferisse todo o meu dinheiro para Bitcoins conseguiria viver? Não o transferi todo, mas vivi exclusivamente de Bitcoins.

Comecei por criar uma conta no Xapo e encomendar um cartão físico para pagamentos. Este cartão tem uma anuidade de 10€ (primeiro ano gratuito) e basicamente é um VISA pré-pago. Carregas o valor que consideras necessário e gastas consoante as tuas necessidades.

taxas do Xapo
taxas do Xapo

Viver só com Bitcoin tornou-se uma experiência fácil e agradável

Poderás fazer pagamentos de forma ilimitada (desde que confirmes a tua identidade com fotografia do cartão de cidadão) e estás livre de fazer quantos pagamentos quiseres por semana.

Levantamentos em dinheiro numa caixa de multibanco, este sim tem um valor. Se na altura do vídeo eram 10% do valor, com a atualização nesta semana, o valor reduziu para 2.25€ por levantamento independentemente do valor que solicitas. Ou seja, se levantares 10€ pagarás 12.25€, se levantares 100€ pagarás 102.25€.

Numa conclusão ao vídeo, que aconselho a ver, é simples e fácil viver de bitcoins. Tem os seus lados menos positivos como a demora das transações de dinheiro físico para "virtual" e as taxas de levantamento não são as melhores, porém, é mais do que possível abandonar os bancos e viver de criptomoedas.

Todavia não aconselho que o faças. Aconselho sim para investires uns trocos e os deixares relaxar na carteira. Lembra-te de não investires mais do que estás disposto a perder, embora muito interessante, esta ainda é uma opção arriscada para o teu capital.

Outros assuntos relevantes:

TenX ICO: A empresa que quer fazer de Bitcoin utilizável no mundo real

Qual a melhor carteira para as criptomoedas Bitcoin e Ethereum?

Entrar no mundo de Bitcoin e criptomoedas é mais simples do que parece!

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.