viv

São poucos ainda os utilizadores que utilizam um assistente virtual no seu smartphone no dia-a-dia, não só porque a tecnologia só agora está a ganhar terreno mas também porque esta ainda não oferece aquilo que os utilizadores querem, inteligência e autonomia para efetuar pesquisas e acções “complicadas”, como por exemplo utilizar serviços fornecidos por outras aplicações.

O co-fundador da Siri veio ontem apresentar aquilo que pretende mudar esta situação, a Viv, do latim “vida”, que promete ser uma assistente muito mais inteligente e capaz do que a sua irmã mais nova.

   

Vê também: Xiaomi MIUI 8: Algumas das novidades

O objectivo da empresa por detrás da Viv é dar a possibilidade de, através de uma conversa “normal” com a sua assistente virtual, obter a informação que necessita de forma rápida e objectiva. Por exemplo, quando o utilizador faz a pergunta – “Será que vai chover depois das 6 da tarde na próxima quarta-feira?” – uma assistente virtual como a Siri iria apresentar o estado do tempo nesse dia, o que não era 100% aquilo que o utilizador pretendia, já a Viv faz uso de aplicações de terceiros como o AccuWeather que mostra mesmo qual o estado do tempo às 6 da tarde do dia pretendido.

Este tipo de respostas é baseado não só na tecnologia de reconhecimento de voz Nuance, que está também na base da Siri e permite perceber a verdadeira intenção do utilizador através da voz, mas também no facto da Viv conseguir para cada questão elaborar um esquema dinâmico que lhe permite chegar rapidamente à resposta, esquema esse que pode ser visualizado em tempo real no video de demonstração do produto (no final do artigo).

Não existem ainda data de lançamento da Viv, nem quando será feita a próxima demonstração. Quanto à compatibilidade, a única certeza é de que funcionará em dispositivos móveis da Apple.

Talvez queiras ver:

ViaEngadget
FonteTechCrunch
A tentar mudar o mundo linha de código a linha de código. Estudante de Eng. Informática, "Software Developer" nos tempos livres e apaixonado desde sempre por tecnologia.