Um portátil com três ecrãs? sim, pode vir a ser uma realidade

Mónica Marques
Comentar

A empresa sul-coreana LG pode estar a desenvolver um novo portátil que vai surpreender todos os utilizadores pela sua originalidade.

Segundo um pedido de patente que foi revelado, a empresa asiática pode ser a primeira a lançar um portátil com três ecrãs incluídos.

O portátil LG pode incluir ainda um quarto ecrã...

O pedido de patente e a descrição do equipamento foram detetadas no site da Organização Mundial de Propriedade Inteletual e mostram o potencial portátil que inclui não um, nem dois, mas sim três ecrãs.

Pelos esboços incluídos na documentação, podemos constatar que o portátil segue o design atual deste tipo de equipamento e integra um ecrã grande na zona superior. Mas quando em modo aberto, são revelados os dois ecrãs adicionais localizados à esquerda e à direita do teclado.

Ainda de acordo com a documentação, um dos ecrãs pode funcionar como touchpad ou para exibir o teclado numérico enquanto que o outro poderá mostrar controlos adicionais, como os de volume, configurações para uma determinada aplicação, entre outras funcionalidades.

Pelas imagens percebemos também que entre o ecrã principal e o teclado está uma enorme área vazia. Mas foi já sugerido que o espaço poderá ser ocupado por um sistema de áudio de elevada qualidade ou até mesmo por mais um ecrã com suporte para controlo tátil.

Infelizmente, não há previsão para a data de chegada desta inovação às mãos dos utilizadores finais, não existindo também uma confirmação de que a LG vá efetivamente avançar para a produção deste equipamento.

LG pioneira no 6G com primeiro amplificador para o padrão que chega em 2029

E totalmente empenhada na inovação, recentemente a LG mostrou o primeiro amplificador de potência para a sexta geração móvel que foi utilizado para a transmissão e receção de dados, sem fios, recorrendo à banda de frequência 6G Thz (terahertz).

De salientar que a tecnologia de transmissão / receção sem fio terahertz usa uma banda de frequência entre os 100 GHz e os 10 THz para obter uma taxa de transmissão de dados na velocidade incrível de até 1 terabit por segundo.

Mas apesar de ser entusiasmante a perspetiva futura de velocidade na ordem dos 1 terabit por segundo, as previsões apontam para que a implementação do padrão 6G nos equipamentos só avance em 2025 e que a sua comercialização, ou chegada ao utilizador final, aconteça no tão distante ano de 2029.

Editores 4gnews recomendam:

  • Apple pode abandonar Digital Crown do seu smartwatch e optar por algo completamente novo
  • Realme GT2 Pro surpreenderá neste aspeto crucial em smartphones
  • Xiaomi 12 Pro é já um dos campeões da plataforma AnTuTu
Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.