Jogadores do The Division 2 querem poder acariciar cães no jogo

António Guimarães

O recém lançado Tom Clancy's The Division 2 já está a reunir furor acerca de um detalhe que em nada está relacionado com o objectivo principal. Os jogadores não podem acariciar os cães que aparecem no jogo.

Esta não é uma mera brincadeira no Twitter que alguém publica como uma piada. Vários jogadores nas redes sociais e no reddit estão legitimamente a solicitar um patch que permita "fazer festinhas" aos cães do jogo.

the division 2

Jogadores deram exemplos de outros títulos como Watchdogs 2, Far Cry: New Dawn ou até mesmo o "antigo" Assassin's Creed 3. Assim sendo, a comunidade acha que é injusto que não possam fazer o mesmo no The Division 2.

Aparentemente, é uma prioridade acariciar cães num jogo de tiros

Os utilizadores do Reddit partilharam publicações do Twitter a mostrar os jogos acima mencionados com a "funcionalidade" de acariciar cães. De facto, podes fazê-lo noutros jogos mas não no The Division 2.

Jogadores não se ficaram pela argumentação de que seria "fofo" poder interagir de forma carinhosa com os cães do jogo. Textos foram escritos sobre o paradoxo de matar seres humanos com armas e não poder dar carinho às criaturas caninas.

"Estou farto de passar por centenas de cães vadios e eles fugirem de mim como se eu fosse um monstro. Eu sou um agente da Division e estou aqui para salvar o mundo. Os cães fazem parte desse mundo então seria tão mais imersivo se eu pudesse acariciá-los e dar-lhes comida." - utilizador do Reddit.

You can pet the dog in Far Cry: New Dawn pic.twitter.com/DJmkny5g5w

— Can You Pet the Dog? (@CanYouPetTheDog) 5 de março de 2019

Portanto é provável que estejas a pensar que este é um texto cheio de sarcasmo e elaborado para efeitos de comédia. No entanto, o mais absurdo é que o utilizador refere a sua experiência na guerra do Iraque e a interação com cães vadios no terreno.

É óbvio que a experiência de guerra é algo desagradável e certamente sabe bem ter a companhia de um animal. Contudo, estamos a falar de um jogo. Um jogo ao qual as pessoas estão a reagir a um detalhe de forma exagerada e absurda.

Em perspectiva, temos o título Assassin's Creed Odyssey onde também existem cães inocentes a vaguear pelas cidades ancestrais da antiga Grécia. Não é possível acariciá-los nem dar-lhes qualquer tipo de carinho. Para já ninguém da comunidade se queixou.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.