Surpresa: Xiaomi pode lançar mais um modelo na série Redmi K50

Mónica Marques
Comentar

Ao que tudo indica, a Xiaomi está a apostar não só na qualidade, como também na quantidade para a série Redmi K50.

Surgem agora notícias de que a aguardada série vai receber mais um novo modelo que vem juntar-se à versão standard, ao K50 Pro e às duas variantes Gaming Edition já antecipadas.

Xiaomi pode juntar versão K50 SE à nova série Redmi

Redmi Note 10
Na imagem Redmi Note 10

Na sua forma peculiar já bem conhecida, Liu Weibing, responsável máximo da Redmi perguntou aos utilizadores se a série Redmi K50 devia ter uma versão SE. O que sugere que a Xiaomi pode acrecentar mais uma variante à já extensa "família" Redmi K50. Recorde-se que, de acordo com informações já divulgadas, a série vai contar com um modelo standard, uma versão Pro e mais duas variantes Gaming Edition.

Como era de esperar, os utilizadores não demoraram a dar resposta e, entre estas, a mais interessante e pertinente era aquela que sugeria que o executivo revelasse primeiro as especificações cruciais do equipamento e só depois averiguasse se há necesidade de lançar o modelo SE ou não. Infelizmente, Liu Weibing não cedeu e perdeu-se a oportunidade de confirmar os rumores que circulam no mundo Web.

Redmi K50: especificações reveladas até ao momento

Mas, segundo o que se sabe até ao momento, a série Redmi será rica em terminais com várias opções à escolha do utilizador, numa estratégia, parece-nos, de várias versões para todos os gostos.

Nesse sentido, espera-se que a série tenha os equipamentos topo de gama a integrar os processadores Snapdragon 8 Gen 1, assim como com o MediaTek Dimensity 9000. Acredita-se também que, dentro desta série, sejam lançados modelos mais acessíveis com processadores Dimensity 7000 e Snapdragon 870. Com estes rumores, quase que nos esquecemos da crise global de escassez de chips.

Outras das especificações avançadas para a série Redmi K50 são os ecrãs OLED, as memórias RAM de até 12 GB e baterias com capacidade de, pelo menos, 4000 mAh e, claro, suporte para carregamento rápido.

Espera-se que a Xiaomi lance a série Redmi K50 já no primeiro trimestre de 2022. Esta estratégia da Xiaomi de oferecer várias versões dentro da mesma linha, pode ser eficaz no sentido de responder às mais variadas necessidades dos utilizadores. Dessa forma, podem aumentar o seu volume de vendas.

Xiaomi regista queda nas vendas globais no terceiro trimestre de 2021

Apple iPhone 13
A elevada procura pelo iPhone 13 devolveu o segundo lugar à Apple no ranking global de vendas de smartphones

E esta é efetivamente uma necessidade da Xiaomi, uma vez que os resultados das receitas de vendas de smartphones, trouxeram alguns dissabores à marca chinesa. Tudo porque no terceiro trimestre deste ano, a Xiaomi regressou ao terceiro lugar no ranking de vendas globais de smartphones, tendo sido ultrapassada pela Apple que ocupa agora a segunda posição.

Resultados que foram confirmados por diversas fontes, onde se incluem a Counterpoint Research e a agência Canalys. Na verdade, a própria Xiaomi assumiu a queda, reconhecendo que a crise global de fornecimento de componentes terá afetado a sua quota de mercado.

Recorde-se de que no terceiro trimestre de 2021, a fabricante chinesa vendeu 43,9 milhões de smartphone, a nível global, o que se traduziu numa queda de 6%, em relação ao período homólogo de 2020.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.