Spotify continua a crescer de forma saudável. Apple Music "come poeira"

António Guimarães
Comentar

Apesar da pandemia mundial ter afetado várias empresas de tecnologias em diferentes níveis, nada parecer estancar o avanço do Spotify, como plataforma mais popular de música. Os números relativos ao segundo trimestre do ano (Q2), parecem bastante positivos.

A empresa registou um aumento anual de 29%, totalizando 299 milhões de utilizadores ativos mensalmente. Este foi ainda um aumento de 5%, face ao trimestre anterior. É projetado que o Spotify atinga os 348 milhões de utilizadores mensais no final do ano, no último trimestre fiscal (Q4).

sfrdsrfs

O Spotify chegou ainda aos 138 milhões de subscritores pagos, com um crescimento anual de 27%. De acordo com o Spotify, as subscrições deverão abrandar um pouco até setembro de 2020. Ainda assim, projetam chegar aos 153 milhões no final do ano.

Apple Music fica cada vez mais longe da concorrência

Da última vez que a Apple partilhou números sobre o Apple Music, o serviço tinha 60 milhões de subscritores pagos. Contudo, esta informação já tem um ano. É claro que a base de subscritores do Apple Music já aumentou mas deve rondar os 70-80 milhões no máximo, atualmente.

Assim sendo, o Spotify continua cada vez mais longe da concorrência. A grande vantagem da Apple é o seu ecossistema, que "agarra" utilizadores e pode convencê-los a utilizar mais o Apple Music, em detrimento do Spotify.

Adicionalmente, o Spotify tem um problema de rentabilidade, continuando a perder dinheiro até hoje. No entanto, a empresa continua forte e é um dos serviços mais utilizados em smartphones.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.