Ao efetuar uma compra através dos links deste artigo, o 4gnews pode ganhar uma comissão. Conheça o nosso processo de seleção de produtos.

Sony SRS-XG300 Review: a super coluna Bluetooth que te torna o rei da festa

Bruno Coelho

Para quem quer comprar uma nova coluna Bluetooth portátil, são inúmeras as opções no mercado, das mais baratas às mais caras. E se estás à procura de uma coluna verdadeiramente potente e tens um orçamento extenso, a Sony SRS-XG300 pode ser uma opção a seguir.

Nos últimos dias tive oportunidade de testar esta recém-lançada coluna portátil da Sony que pode facilmente tornar-te o rei de qualquer festa ao ar livre ou caseira. O preço de 300 € em Portugal pode ser considerado ‘puxado’ para alguns, mas a qualidade pode compensar.

Neste artigo trago-te as minhas conclusões numa análise simples, de um produto bastante interessante para quem gosta de ouvir música em movimento. E fiquei bastante impressionado.

Sony SRS-XG300

Qualidade de som

É um produto claramente concebido para te proporcionar uma qualidade de som elevada onde quer que estejas. Seja no teu jardim ou na maior sala da tua casa, esta revelou-se suficiente para encher qualquer divisão com a minha música preferida.

Graças aos seus woofers, tweeters dianteiros e radiadores passivos, podes contar com graves potentes. Mas também terás uma nitidez vocal que não te vai desiludir. E se os graves não te chegarem, esta tem um botão de “mega bass” incorporado, que podes ativar a qualquer momento.

Esta faz parte da recém-desenvolvida X-Balanced Speaker Unit e dispõe de um diafragma não circular. Na prática, este produz maior pressão sonora para um som de qualidade elevada. Através da app Sony Center fica ainda melhor.

Sony SRS-XG300

A App Sony Center

A App Sony Center permite-te tirar ainda mais partido desta. Podes instalá-la no teu Android ou iPhone, e desfrutar de funcionalidades como o “ClearAudio+”, com personalizações feitas pela própria Sony.

Nesta também podes ativar a funcionalidade de “Live Audio”, para criar uma experiência semelhante à de um concerto. Também podes ali escolher as opções iluminação lateral, ou simplesmente desativar esta funcionalidade.

Quanto às funções de energia, estas também podem ser definidas na app. Podes ativar a função Stamina, que limita o som para poupares energia da coluna. E com a funcionalidade “Battery Care”, esta limitada o valor de carga para cerca de 90%, para prolongar a vida útil da bateria a cada carregamento.

Não esquecer ainda agestão de dispositivos ligados. Podes facilmente alternar entre dois dispositivos ligados à coluna, graças à funcionalidade de Bluetooth multiponto. Assim fica fácil trocares entre o teu computador ou tablet e o smartphone.

Sony SRS-XG300

É também na referida app que podes emparelhar a XG300 com outras colunas da família. Podes simplesmente ligar duas colunas iguais, e reproduzir em estéreo. Contudo, podes criar um salão de festas, ligando até 100 colunas destas em simultâneo.

Como é usar a coluna no dia a dia

Não há como evitá-lo: esta é uma coluna pesada. Mas penso que quem a compra saberá disso à priori. São aproximadamente 3 kg, e dimensões aproximadas de 318 mm x 138 mm x 136 mm que terás de ter em conta.

No meu caso usei-a maioritariamente em casa, e não senti quaisquer problemas de peso. Graças à pega retrátil embutida, é fácil de transportar entre divisões. E mesmo que tenhas de a levar para o jardim, esta não te vai levantar problemas.

Graças à classificação IP67, é à prova de pó e água. A Sony afirma que a podes levar para a praia (mas não sejas essa pessoa) ou para onde quiseres. Isto torna-a também perfeita para funcionar como coluna de casa de banho, enquanto cantas as tuas canções favoritas no chuveiro.

Sony SRS-XG300

Revela-se também ser um produto a usar para reuniões/chamadas. Dispõe de cancelamento de eco, e permite que duas pessoas falem ao mesmo tempo, sem cortes. Para reuniões de família, achei bastante útil.

É bateria que nunca mais acaba

Deixei a bateria para o fim, pois é algo que simplesmente me esqueço que existe neste produto. A Sony promete 25 horas de autonomia, e esta não fica muito longe de as conseguir nos meus testes. Mas claro, vai sempre depender do volume a que a colocares.

Isto fez com que simplesmente me esquecesse de a carregar, e durasse vários dias na minha utilização. De realçar com com apenas 10 minutos de carregamento, pode ser usada por 70 minutos adicionais. Permite até que carregues o teu smartphone diretamente na coluna.

Para quem é esta potente coluna Sony SRS-XG300

Este é um produto para quem quem precisa de uma coluna verdadeiramente potente e não a quer 'estacionada' e ligada à corrente num sítio específico da casa. Pode ser usada ao ar livre, ou em qualquer divisão da casa. Seja até na casa de banho ou ligada à televisão para ver um bom filme.

Sony SRS-XG300

É um produto bastante completo e versátil, e a alça retrátil mostra isso mesmo. Embora seja de grandes dimensões, fica bastante discreta em casa, graças à estética adotada pela Sony. Os botões são bem localizados, e até te permite ligar um cabo jack 3,5 mm se não a quiseres usar sem fios.

O preço de 300 € a que é vendida em Portugal pode ser considerado caro para muitos possíveis interessados. Mas esta encontra-se frequentemente em promoção na Amazon de Espanha, sendo que à data de escrita deste artigo podes adquiri-la por apenas 239 €.

Pontos fortes da Sony SRS-XG300

  • Pega retrátil facilita o transporte desta pesada coluna
  • Design discreto para um produto com estas dimensões
  • Som de grande qualidade e com graves pronunciados
  • Possibilidade de ligar a dois dispositivos em simultâneo e transitar entre estes sem problemas

Pontos fracos da Sony SRS-XG300

  • Pode ser considerada pesada para alguns utilizadores
  • É um produto considerado caro para a maioria das pessoas

Sony SRS-XG300

Caso queiras saber todos os detalhes sobre esta coluna Bluetooth, consulta o site oficial da Sony.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.