Snapdragon 865 convence nos seus primeiros testes de benchmark

Carlos Oliveira
3 comentários

A Qualcomm apresentou o Snapdragon 865 esta semana. Pouco dias depois da sua revelação, eis que este SoC topo de gama já passou pela plataforma de testes da Geekbench.

Os resultados obtidos nestes testes estão em linha com o prometido pela Qualcomm e superam a concorrência Android. Como podemos ver, apenas o iPhone 11 Pro Max e o seu Apple A13 Bionic superaram o novo SoC da norte-americana em multi-core.

Snapdragon 865 Geekbench

O OnePlus 7T Pro que vemos nesta tabela possui o Snapdragon 855+ e a diferença entre ambos é considerável. Com isto em mente, podemos dizer que o novo Snapdragon 865 chegou para dominar o mercado.

Testes preliminares ao Snapdragon 865 convencem

Importa notar que estes resultados são precoces e provavelmente foram realizados com um protótipo concebido para a ocasião. Será importante ver como se portará o Snapdragon 865 em equipamentos prontos para chegarem às mãos dos utilizadores.

Esses testes possivelmente não nos entregarão números muito diferentes daqueles que vemos hoje. Ainda assim, a variação de pontuações deverá existir e queremos alertar para esse facto desde já.

Em testes de benchmarks, existem muitos fatores que influenciam o resultado. A combinação entre o hardware e o software é importante para os resultados finais. Mas testes são testes e a utilização diária não irá desiludir.

Principais novidades do Snapdragon 865 refletem-se na câmara

Como aqui podemos ver, o Snapdragon 865 é efetivamente mais poderoso que o Snapdragon 855, embora os seus componentes base não sejam muito diferentes. O processador continua a ter oito núcleos de processamento com frequências que variam entre os 2.84GHz e os 1.8GHz.

É quando olhamos para o seu processador de imagem Spectra 480 que vemos as grandes novidades. Graças a este ISP, os equipamentos com Snapdragon 865 poderão utilizar lentes de até 200MP. Adicionalmente, existe a capacidade de gravar em 8K a 30fps ou em câmara lenta de 960fps em 720p.

Editores 4gnews recomendam:

3 comentários
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.