Smartwatch com Google Wear OS recebem novidade mais esperada do Spotify

Bruno Coelho
Comentar

Até há bem pouco tempo, ouvir música offline no Spotify a partir de um smartwatch era uma regalia apenas ao alcance de quem tinha um smartwatch da Samsung. Em maio os utilizadores de Apple Watch passaram também a ter essa possibilidade, e agora é a vez do Wear OS.

Aproveitando o lançamento dos novos Galaxy Watch 4 e Galaxy Watch 4 Classic com Wear OS, o Spotify apressou-se a anunciar as boas novas. O serviço de streaming de música traz a novidade mais esperada para o Wear OS.

“Nas próximas semanas, os utilizadores do Spotify poderão reproduzir as suas playlists, álbuns e podcasts favoritos com os seus smartwatches com o Wear OS. Com o Spotify no teu pulso, ficas mais livre para correr, dançar, fazer compras, cozinhar e socializar - e controlar sua música e podcasts ao mesmo tempo”, pode ler-se no comunicado oficial.

Smartwatch com Wear OS passam a poder descarregar músicas no Spotify

Mais importante: “Além disso, temos o prazer de revelar uma das funcionalidades mais solicitadas pelos nossos utilizadores: a capacidade de descarregar todas as tuas músicas e podcasts favoritos para o teu smartwatch”, rematam.

Spotify Wear OS

Com esta novidade, os utilizadores Premium do Spotify passam a poder descarregar os seus álbuns, playlists e podcasts para ouvir offline no smartwatch onde quiserem. Os utilizadores do Spotify não pagantes podem ouvir em Shuffle com Wi-Fi ou rede móvel, e descarregar os seus podcasts favoritos para o relógio.

Graças ao Spotify Connect, também podes controlar o Spotify noutros equipamentos ligados à mesma rede. Podes então descarregar ou atualizar a tua app no smartwatch com Wear OS, já que a novidade chega a todos “nas próximas semanas”.

Para teres acesso à funcionalidade, o teu smartwatch tem de ter o Wear OS 2.0 ou superior.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.