Sem serviços Google, a Huawei pode muito bem deixar o sistema Android

Filipe Alves
Comentar

Podemos dizer que a situação dos smartphones da Huawei é ingrata. A fabricante tem-nos dado smartphones com uma qualidade tremenda, contudo, com a impossibilidade de nos dar a melhor experiência de utilização. Ou seja, começa a ser cada vez mais complicado convencer a sua compra.

Agora que os telemóveis da marca não podem ter serviço Google instalados, ou seja, de nada adianta nos dar um sistema Android sem a possibilidade de tirar o maior partido dele.

Huawei deixará sistema Android pelo seu próprio sistema

Huawei smarpthones

As declarações do seu diretor de consumo da Huawei referiu mesmo que o seu sistema "HarmonyOS (também conhecido por HongMengOS) será capaz de ser instalado em vários gadgets. Desde smartwatches, televisões, computadores ou até smartphones."

Estas palavras não foram ditas em vão. Sabemos que a Huawei não está feliz com esta situação e sabemos que é uma questão de tempo até que a fabricante mude a estratégia de jogo. Aliás, faz todo o sentido que o faça.

Um sistema operativo dedicado é sempre uma melhor opção

O sistema Android é fantástico em muitos aspetos. Principalmente pela sua liberdade e diversidade. Contudo, temos de admitir que a Apple e o iOS tem uma vantagem face o Android. É um sistema mais leve e desenhado especificamente para uma linha de smartphones. Enquanto isso, o sistema Android é generalista. Qualquer fabricante pode pegar no sistema e construir o seu smartphone.

Isto significa que uma fabricante que trabalhe o seu sistema operativo para o hardware concreto, conseguirá melhores resultados. Daí os iPhones não ter imensa RAM ou uma bateria gigante, porém, mesmo assim, são rápidos e com uma boa (cof cof) autonomia.

Em suma, não seria de admirar que a Huawei utilizasse o seu sistema operativo nos próximos smartphones. Acredita-se que o Huawei Mate 40 e o próximo P50 venham com o sistema Android, contudo, é um desfecho plausível para a marca.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.