Segmento móvel da NOS destaca-se no início de 2022

Bruno Coelho
Comentar

A NOS já revelou o seu mais recente relatório de contas, referente ao primeiro trimestre de 2022. A operadora conclui que a liderança tecnológica (com o lançamento do 5G) impulsionou o crescimento do número de clientes.

No final de março, a NOS disponibilizava mais de 10,393 milhões de serviços, tendo adicionado mais 88 mil serviços nos primeiros três meses do ano. Face ao período homólogo de 2021, o número de serviços aumentou 5%.

5G faz a diferença para a NOS

Para este crescimento, terão contribuído todas as áreas das telecomunicações. No entanto, destaca-se o segmento móvel, que registou um aumento de subscritores, entre janeiro e março, de 74 mil totalizando 5,424 milhões, dos quais 62% pós-pagos.

Quadro de resultados da NOS no primeiro trimestre de 2022
Quadro de resultados da NOS no primeiro trimestre de 2022

O número de subscritores móveis cresceu 8,6% quando comparado com o número verificado um ano antes. Ao fim deste primeiro trimestre a NOS prestava 1,65 milhões de serviços de televisão paga, e cerca de 1,5 milhões de serviços de internet de banda larga fixa.

De destacar ainda que os serviços convergentes contabilizavam 5,319 milhões no final de março. Trata-se de um valor que corresponde a 65,1% da base de clientes de acesso fixo, percentagem que compara com 62,9% verificados um ano antes.

NOS mantém utilização gratuita do 5G até final de setembro de 2022

De destacar ainda que a NOS acentuou o seu ritmo de investimento, nomeadamente na rápida implementação da rede 5G, onde é cada vez mais clara a sua liderança. A utilização será gratuita até final de setembro de 2022.

No alargamento da rede Gigabit fixa da NOS, o investimento chegou aos 5,165 milhões. A NOS levou o seu serviço de última geração a mais 41 mil lares, permitindo que cada vez mais famílias possam ter acesso a serviços de comunicações de última geração.

De destacar ainda que no final de março, a empresa contava com 1,581 milhões de serviços empresariais, mais 52 mil serviços do que no final do período homólogo de 2021. Durante este período, a NOS Cinemas vendeu 987,6 mil bilhetes, valor que compara com 15,9 mil vendidos no mesmo período de 2021. Este trimestre fica marcado pelo regresso lento, mas progressivo ao cinema.

No final das contas, nos três primeiros meses do ano a NOS manteve o ritmo de investimento, depois de em 2021 ter atingido o seu investimento recorde. O Capex Total do Grupo, excluindo contratos de leasing, aumentou 37% para 131,4 milhões de euros. O Capex Total aumentou, neste trimestre face ao período homólogo, 44,9% para 143,3 milhões de euros.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.