Samsung ultrapassa Intel e torna-se na maior fornecedora de semicondutores em 2021

Rui Bacelar
Comentar

Segundo a agência de análise de mercado IC Insights, durante o segundo trimestre de 2021, a gigante sul-coreana Samsung ultrapassou a Intel tornando-se na maior fornecedora de semicondutores do mundo. É um novo recorde para a Samsung.

Em causa está o aumento de 10% nos indicadores correspondentes, superando a habitual líder nesta categoria, a Intel. Note-se que estes componentes são indispensáveis nos dispositivos eletrónicos, compondo, por exemplo, todos os chips e processadores.

A Intel foi ultrapassada pela Samsung no 2.º trimestre de 2021

Samsung Exynos

A fabricante sul-coreana conseguiu ultrapassar a Intel graças a um salto de 10% no volume de produção entre o primeiro e o segundo trimestre do ano. Este foi o maior motivo para o sucesso e novo recorde conseguido, mas não foi a única causa para tal.

Com efeito, entre os motivos apontados pela IC Insights para este novo status quo aponta-se ainda a estagnação da Intel. A antiga líder de mercado sofreu um abrandamento no segmento dos semicondutores, acabando por cair para segundo lugar.

Em síntese, durante os meses de abril a junho de 2021, foi a Samsung quem mais processadores, chips, memórias e outros semicondutores produziu em todo o mundo. Fê-lo num momento em que o mundo continua a sentir a escassez de componentes.

Aumento da procura por soluções de armazenamento SSD e RAM

Samsung SSD

Ainda de acordo com a IC Insights, outro dos fatores cruciais para a vitória da Samsung foram os padrões de procura no mercado em 2021. Com efeito, registou-se um aumento forte na procura por chips e soluções de memória RAM, bem como armazenamento SSD.

Mais concretamente, a procura deste tipo de semicondutores aumentou 19% no período em questão, face ao trimestre anterior. O resultado? Um grande fomento à atividade da Samsung num segmento que já ajudou a fabricante sul-coreana a manter a saúde das suas contas e relatórios fiscais no passado.

A propósito, o preço médio dos módulos de memória também subiu, algo que ajudou diretamente a Samsung a manter um saldo bastante positivo. O melhor, contudo, pode estar reservado para os próximo balanço trimestral.

Aliás, os analistas de mercado acreditam que esta tendência se manterá durante o atual e terceiro trimestres de 2021. Segundo as previsões iniciais a Samsung deverá voltar a crescer cerca de 10% neste segmento, ficando novamente à frente da Intel.

A Samsung é a nova líder, seguida da Intel e da TSMC

O mercado está agora liderado pela Samsung com a Intel em segundo lugar. Logo em seguida apresenta-se a TSMC em terceiro lugar. Por fim, aponta-se a SK hynix a ocupar a quarta posição, bem como a Micron a ocupar atualmente o quinto lugar.

Note-se ainda que estas duas últimas fabricantes, a Micron e a SK hynix registaram um crescimento significativa durante o 2.º trimestre. Ainda assim, o maior destaque vai efetivamente para a Samsung que assim se afirmou como líder.

Por fim, este mercado deverá continuar a crescer nos próximos trimestres segundo os analistas. A procura por soluções de memória RAM, armazenamento e processadores não dá sinais de abrandar, bem pelo contrário.

Ao mesmo tempo, continua a fazer-se sentir uma escassez de componentes que condiciona a produção de vários produtos nos mais diversos setores de atividade.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.