Samsung e LG lançarão mais smartphones do que o habitual em 2018

Rui Bacelar
Samsung LG smartphone smartphones Android LG
Duas das maiores fabricantes mundiais de dispositivos móveis.

O mercado global de smartphones e dispositivos móveis registou a sua primeira quebra em mais de uma década no início deste ano. Com menos smartphones a serem vendidos nos principais mercados mundiais, a Samsung e a LG estão a congeminar alternativas para contornar esta questão.

Adaptando o seu modelo de negócio a um mercado já não tão vibrante como outrora, duas das maiores fabricantes já encontraram uma nova estratégia. Esta passará sobretudo pela massificação, pela diversidade de linhas, gamas, modelos e segmentos.

Vê ainda: Tekken 7 – Jogo sólido mas com tremenda escassez de conteúdos

Segundo avança a publicação Digitimes, a nova estratégia reflecte a contração nas vendas em ambas as empresas. Fruto de alguns modelos com vendas "mornas" e da quebra mundial do mercado de smartphones, ambas as fabricantes já possuem contra-medidas.

O futuro passará pelo lançamento de mais smartphones para fazer frente aos percalços sentidos nas vendas de modelos específicos. Algo que já está em marcha com a Samsung a ter lançado 9 novos smartphones Android no mercado.

Samsung e LG lançarão mais modelos em 2018

Já a sua rival e conterrânea, a LG já lançou um total de 8 smartphones no mercado. Ambas as fabricantes lançaram também outros terminais específicos para operadoras e para mercados específicos. Já por outro lado, em média as fabricantes lançariam um total de 11 dispositivos por ano. Agora, em 2018 com o ano a pouco mais de meio, este número não tarda em ser alcançado com novos terminais a chegar em breve.

LG Android Samsung Galaxy S9 LG Huawei MWC 2018
A MWC em Barcelona é o palco habitual para os topos de gama da Samsung

Importa ainda salientar que isto não significa que a Samsung lançará 20 smartphones, ou a LG. Significa sim que estamos a assistir a uma mudança de paradigma. Ao passo em que em anos anteriores veríamos o número de smartphones lançados a diminuir, agora volta a aumentar.

O LG G7 ThinQ está a ser bem recebido

A estratégia passa por cobrir todas as bases. Suprir todas as necessidades - por vezes específicas - dos consumidores. Algo que a Huawei já estava a implementar em 2017, a título de exemplo e que agora é seguido pelas demais fabricantes como a LG e Samsung.

O mercado Android tornar-se assim mais diverso com novos e distintos modelos a chegar futuramente. Já por outro lado, segundo a mesma fonte, o atual topo de gama da LG, o LG G7 ThinQ está a ser melhor recebido do que o seu antecessor.

Ainda assim, apesar de finalmente termos sinais de melhoria e recuperação da LG no mercado de dispositivos móveis, ainda há muito pela frente. Atualmente a sua quota de mercado fica-se pelos 3.3% segundo a imprensa internacional.

Já por outro lado, a Samsung continua a liderar este mercado com um total de 22.6% segundo a agência Strategy Analytics. Esta agência de estudo e análise de mercado aponta a Apple como 2ª classificada com 15.1% de quota de mercado.

Poderá isto reanimar o mercado dos smartphones?

Podemos ainda referir a Huawei. A tecnológica chinesa ocupa atualmente o terceiro lugar com a Xiaomi a ser uma das fabricantes em maior crescimento. Temos ainda a OPPO a ganhar terreno neste mercado.

Algo que poderá ser ainda mais notório caso alguma destas 3 fabricantes chinesas consiga implementar-se nos Estados Unidos da América.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung Galaxy Watch chegará mesmo com o Galaxy Note 9

Nokia X5 é oficial: Ecrã com notch, especificações e preço aceitáveis

Huawei Honor Note 10: Imagem mostra-nos o grande ecrã do smartphone

Fonte | via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.