Samsung Galaxy S30 deverá melhorar consideravelmente o seu carregamento rápido

Carlos Oliveira
Comentar

A Samsung registou recentemente, na Coreia do Sul, um novo adaptador de parede com uma potência máxima de 65W. De acordo com os detalhes presentes no documento, este carregador utilizará a interface USB-C e será destinado a smartphones.

Posto isto, especula-se já que este novo carregador estará a ser desenvolvido para o vindouro Samsung Galaxy S30 ou S21. Este será o primeiro topo de gama do próximo ano da marca sul-coreana e só deverá ser revelado em fevereiro.

Samsung Galaxy S30 poderá chegar com carregamento rápido de 65W

Depois do contratempo desastroso que a Samsung enfrentou com a bateria do Galaxy Note 7, é normal que a empresa seja cautelosa no concerne às velocidades de carregamento. No entanto, parece que, em 2021, a sul-coreana está finalmente preparada para seguir o exemplo da concorrência.

Galaxy S20

Tudo indica que no próximo ano a Samsung irá finalmente dar o salto para os 65W nas velocidades de carregamento nos seus topos de gama. Esta será uma evolução considerável face aos atuais 45W incorporados no Galaxy S20 Ultra.

Vale a pena frisar que rumores de há poucas semanas referiam que o Samsung Galaxy S30 chegaria com carregamento rápido de 60W. Algo que não invalida que este novo adaptador se destine ao próximo topo de gama da marca.

Ainda assim, é baixa a probabilidade de que a Samsung venha a oferecer o seu novo carregador de 65W na caixa do Galaxy S30. Afinal de contas, o Galaxy S20 Ultra também não vem com o carregador de 45W na caixa.

Adicionalmente, existem rumores que afirma que também a Samsung poderá deixar de oferecer adaptadores de parede com os seus próximos smartphones. Uma manobra que já foi estreada pela Apple com o lançamento do Apple Watch Series 6 e que se deverá repetir com o iPhone 12.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.