Samsung Galaxy A54: primeiras informações mostram como será o próximo smartphone acessível (vídeo)

Mónica Marques
Comentar

Recentemente, a Samsung lançou a nível global novos modelos da série Galaxy A, onde estava incluído o tão aguardado modelo A53.

Agora começam a circular os primeiros rumores e imagens do seu sucessor Galaxy A54 e, ao que tudo indica, estamos perante outro terminal acessível mas com especificações otimizadas.

Samsung Galaxy A54 com sensor de impressões digitais embutido no ecrã

Em março, a Samsung realizou uma conferência para apresentar as suas novidades na série Galaxy A. Um dos modelos mais aguardados era, sem dúvida alguma, o Galaxy A53 que na altura captou todas as luzes dos holofotes internacionais.

E o terminal não desiludiu apresentando-se com especificações interessantes, um design ao estilo premium e um custo mais acessível. Agora começam a circular os primeiros rumores e imagens do seu sucessor, Galaxy A54. As renderizações são uma cortesia do leaker e designer gráfico Parvez Khan, também conhecido por Technizo Concept e mostram algumas melhorias que podemos esperar ver no Galaxy A54.

Segundo as renderizações agora reveladas, o Galaxy A54 inspira-se no design elegante e de molduras simétricas dos seus congéneres da série premium Galaxy S. O modelo deverá chegar equipado com um ecrã super AMOLED de 6,5 polegadas com resolução Full HD+ e uma taxa de atualização de 120 Hz.

O Galaxy A54 também pode incluir um sensor de impressões digitais sob o ecrã. Esta seria, com certeza, uma funcionalidade muito bem-vinda pelos utilizadores, uma vez que basta colocar o dedo no painel para que o terminal fique bloqueado. Ainda na zona frontal, o A54 poderá contar com uma câmara de 32 megapixéis para selfies e videochamadas.

O leaker Technizo Concept também nos deu uma imagem possível de como será o painel traseiro do terminal e constatamos que a inspiração vem diretamente do flagship Galaxy S22 Ultra. Por essa razão, o A54 poderá ter um design em forma de gota de água, no qual os sensores são integrados diretamente no painel traseiro.

Não há muitas informações sobre a composição da configuração de câmara traseira, mas espera-se que não seja muito diferente do seu antecessor A53 que está equipado com um sensor primário de 64 megapixéis, um ultrawide de 12 megapixéis e mais dois sensores com cinco megapixéis de resolução, cada um.

Galaxy A54 pode chegar equipado com o sucessor do processador Exynos 1280

Samsung Galaxy A54
Design de configuração de câmara traseira do Samsung Galaxy A54 é inspirado no do Galaxy S22 Ultra Crédito@LetsGoDigital/TechnizoConcept

Quanto ao processador, espera-se que o Galaxy A54 chegue equipado com o também sucessor do Exynos 1280 presente no modelo A53. Tudo porque as primeiras impressões do Exynos 1280 são positivas, com o chip a mostrar um desempenho significativamente melhor que o rival Snapdragon 750G da Qualcomm.

Em relação à memória RAM e armazenamento interno, é expectável que a Samsung mantenha as mesmas variantes que estão disponíveis para o Galaxy A53. A saber: 6 GB com 128 GB ou 256 GB de memória interna.

Espera-se também que venha já a executar o Android 13, não só porque a Google irá já apresentar o sistema operativo em maio, como até ao lançamento do Galaxy A54 a Samsung já terá revelado os sucessores da série Galaxy S22 que deverão contar já com o novo SO da Google.

De resto, ao que tudo indica o Galaxy A54, à semelhança do seu antecessor, deverá chegar equipado com uma robusta bateria de 5.000 mAh com suporte para carregamento rápido de 25 watts. Aqui é importante salientar que se a Samsung reduzir o tamanho do ecrã deste terminal – como tem vindo a fazer em alguns modelos – esta bateria de enorme capacidade poderá fornecer muito mais tempo de autonomia, o que são excelentes notícias.

Mas falta ainda muito tempo para a gigante sul-coreana lançar novos modelos na sua série A. E antes disso chegarão com certeza as novidades na linha premium Galaxy S, por isso devemos ver estas informações com muita cautela.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.