Huawei Nexus 6P 4gnews 123m

Aproximámo-nos a passos lagos do verão e como tal é de esperar que novidades em torno dos novos equipamentos Nexus comecem a aparecer, visto que a sua apresentação deverá ocorrer no mês de outubro. Até ao momento, muito pouco se sabe ainda sobre os novos smartphones idealizados pela Google, especulando-se que os mesmos possam vir a ser construídos pela HTC e quem sabe tragam já um Android “menos puro”.

Talvez queiras ver: Smartphones Nexus deixarão o “puro Android” em breve

   

Independentemente de quem venha a ser a escolhida para desenvolver os novos Nexus, o trabalho terá de ser bem desenvolvido, pois a fasquia foi colocada num patamar bem elevado depois do lançamento do Nexus 6P, produzido pela Huawei. Pois é acerca desta marca que falarei agora, depois de uma representante da Huawei ter dito que a sua marca iria desenvolver um novo Nexus este ano.

Estas declarações foram proferias por Charlene Munilall, diretora geral da Huawei na África do Sul, no contexto da apresentação da nova família Huawei P9 naquele país. Em entrevista à Gearburn (fonte), Muniall, a certa altura, diz “voltaremos a fazer um Nexus este ano, a propósito”.

Sendo ela uma alta representante da Huawei, será de acreditar que tenha informações relevantes relativas à empresa para a qual trabalha e, esperemos, que as diga em consciência. Pois estas declarações são fortes e tidas em linha de conta por toda a imprensa especializada, como o nosso caso. Ainda assim, não desaconselho a devida cautela na interpretação das mesmas, pois nada disto se traduz numa confirmação oficial.

Não sendo garantido que a Huawei venha mesmo a produzir um novo equipamento da linha Nexus para 2016, existem ainda rumores de um Nexus 6P melhorado, com um processador Snapdragon 820, e ainda a chegada de um novo smartphone desenhado com vista na Daydream, também desenvolvido pela marca Chinesa.

Depois do sucesso que o Nexus 6P obteve no ano transato, muitos ficariam certamente agradados com uma repetição da Huawei na produção de um Nexus. Caso tudo isto se venha a confirmar, ou não, novidades irão surgir, sem que sejam descartadas por nós.

Talvez queiras ver: