Redes 6G podem alcançar velocidades impressionantes

Carlos Oliveira
Comentar

O 5G está ainda longe de ser uma realidade para muitos, mas há já quem esteja a trabalhar no 6G. Países como o Japão ou China já enveredaram por esse caminho e informações vindas do último dão-nos uma ideia do que esperar.

De acordo com o Ministro da Ciência e Tecnologia chinês, o 6G poderá atingir velocidades 8 mil vezes superiores às do 5G. Isto significa que as velocidades podem aproximar-se do 1 terabyte por segundo.

Se para muitos as velocidades do 5G (rondam o 1GB/s) são já impressionantes, o que dizer do potencial do seu sucessor. A forma mais simples de exemplificar esta enormidade é dizer que será possível descarregar dezenas de filmes em 4K em segundos.

6G

6G terá um enorme contributo para o futuro da tecnologia

Temos por hábito falarmos das redes 5G e do vindouro 6G e dos benefícios que trarão para o consumo de multimédia. No entanto, este género de redes terá aplicações em diversas áreas tecnológicas.

Os carros autónomos irão beneficiar, e muito, com a implementação destas redes, pois a comunicação entre si será muito mais rápida e precisa. Temos ainda o segmento da Internet das Coisas que será também uma grande beneficiária do 5G.

Posto isto, podemos dizer que o 6G irá abrir portas para um mundo totalmente desconhecido para os dias atuais. Até que estas redes estejam prontas para uso quotidiano, muita coisa irá certamente mudar para melhor.

Redes 6G deverão chegar apenas em 2030

A próxima geração de redes móveis só deverá ser uma realidade daqui a cerca de 10 anos. Ou seja, só lá para 2030 é que o 6G começará a ser uma realidade.

Este espaçamento temporal é natural neste tipo de tecnologias. O 5G começou a ser desenvolvido em 2008 e só agora é que começa a fazer parte da nossa vida. Visto deste prisma, poderá não faltar assim tanto tempo.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.