Realme GT 2 Pro será o primeiro do mundo nestas 3 inovações

Bruno Coelho
Comentar

A Realme cumpriu o prometido. Esta manhã a fabricante chinesa revelou as três grandes inovações do seu "primeiro smartphone premium". Num evento bastante detalhado, ficamos a saber quais serão os eixos a moldar o novo Realme GT 2 Pro.

1. Design focado na sustentabilidade

Uma das preocupações da Realme para o GT 2 Pro é a sustentabilidade. A marca volta trabalhar com o designer industrial Naoto Fukasawa para um design com muita inspiração em papel.

A traseira do Realme GT 2 Pro é produzida num material de biopolímero, funcionando como alternativa a matérias-primas fósseis. A proporção de plástico na caixa do equipamento também promete descer de 21,7% para 0,3%.

2. Câmara ultrawide surpreendente

Tal como já havíamos avançado anteriormente, o Realme GT 2 Pro terá a primeira câmara ultrawide de 150º num smartphone. Esta promete oferecer mais 278% de campo de visão face à câmara principal. E também terá um modo de olho de peixe para os mais curiosos.

3. Avanço nas comunicações

O Realme GT 2 Pro também terá direito à primeira “Antena HyperSmart de Ultra Banda Larga, a um otimizador Wi-Fi e a tecnologia NFC 360º. Com as 12 antenas envolventes, o GT 2 Pro será capaz de selecionar o melhor sinal automaticamente.

O otimizador Wi-Fi promete aumentar a estabilidade do sinal em 20%. Com a referida tecnologia de NFC, pode aumentar a sua área de deteção em 500% e a distância em 20%. A parte superior do smartphone passa a também poder detetar sinais NFC para, por exemplo, fazer pagamentos.

Editores 4gnews recomendam:

  • Samsung Galaxy S21 FE: preços oficiais podem desiludir interessados
  • Apple estará a trabalhar num produto nunca visto na marca
  • Xiaomi: mais novidades sobre a MIUI 13 e os primeiros equipamentos que vão receber a nova interface
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.