Realme GT 2 Pro pode ter falha imperdoável num smartphone premium

Bruno Coelho
Comentar

A apresentação do Realme GT 2 Pro está marcada para o próximo dia 20 de dezembro na China. Este será um dos primeiros smartphones a chegar com o processador Snapdragon 8 Gen 1, sendo catalogado como o smartphone mais premium de sempre da jovem marca chinesa.

O que seria de esperar, e o que diziam os vários rumores, é que o smartphone chegasse com uma lente telefoto como terceira câmara. Mas nas últimas horas esse rumor parece ter caído por terra.

Realme GT 2 Pro pode chegar sem uma lente telefoto

Digital Chat Station, o fiável leaker chinês, avançou na rede social Weibo que a tão falada lente telefoto seria preterida por uma lente ultra-angular com 150 graus. E esta mesma afirmação viria a ser confirmada pela própria marca numa publicação oficial.

Realme faz grande aposta em lente ultrawide de 150 graus
Realme faz grande aposta em lente ultrawide de 150 graus

O smartphone é assim esperado com uma câmara principal de 50 MP com estabilização ótica de imagem (OIS), acompanhada por esta lente ultrawide cuja resolução também deverá ser de 50 MP.

Como vimos nas renderizações não oficiais divulgadas anteriormente, este terá três câmaras traseiras. E não sendo o terceiro sensor uma lente telefoto, fica a incógnita sobre para que serve.

Renderizações não oficiais do Realme GT 2 Pro
Renderizações não oficiais do Realme GT 2 Pro

Não deixa de ser estranho que a Realme abdique de uma lente telefoto naquele que afirma ser o seu smartphone mais premium de sempre. Isto quando no passado o Realme X50 Pro, X3 ou X3 SuperZoom tiveram lentes telefoto.

À data de escrita deste artigo, estamos a quatro dias desse lançamento. Isto significa que na próxima segunda-feira vamos saber o que nos reserva o Realme GT 2 Pro.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.