A Oukitel está prestes a desvendar o seu novo phablet. Ainda sem certezas se a empresa chinesa pretende marcar presença na Mobile World Congress, sabemos que um novo terminal está a caminho e que o bad boy promete.

O dispositivo, que já aqui falamos anteriormente, promete-nos dar um ecrã de 6″ polegadas HD feito pela JDI e uma construção em metal.

   

Vê ainda: Passatempo Mundial: Ganha um Huawei P9 e um Xiaomi Mi 4S

Embora a maior parte das suas especificações continuem uma incógnita, espera-se que o smartphone nos ofereça um leitor de impressões na parte traseira, câmara de 13MP e uma “grande memória”. Não sabemos se a Oukitel nos quer indicar que o Oukitel U16 Max trará uma grande memória interna ou memória RAM.

Acredito plenamente que este seja um smartphone desenhado para carteiras que não gostam de gastar muito. Olhando para o passado da empresa chinesa, vemos que a marca insiste em especificações de gama-média ou inferior com um preço em conta para a maior parte dos utilizadores.

Honestamente não sou um grande fã de ecrãs grandes, mas tenho de admitir que o Android 7.0 Nougat, que virá aglutinado ao smartphone, seja uma maior valia para o dispositivo.

Para além do doze, característica que nos salva um monte de autonomia, o Oukitel U16 Max terá a possibilidade de fazer um multi-tasking e multi-screen que o Android Nougat trouxe de forma oficial a todos os Stock Android.

Aparentemente a empresa continuará a investir também na sua User Interface, algo que não sou grande fã, porém, as melhores features do Android Nougat estarão presentes no smartphone.

Espera-se que o telefone seja revelado de forma oficial em breve e só nos falta mesmo saber quais as especificações concretas e preço para fazermos uma avaliação do seu custo/benefício.

Outros assuntos relevantes:

Está confirmado! LG G6 terá construção em metal

A tinta de cabelo que reage ao mundo em redor “The Unseen”

Xiaomi Mi 5C passa pela GeekBench com resultados variados

FonteOukitel PR
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.