OnePlus Buds terão autonomia para mais de um dia de uso consecutivo

Carlos Oliveira
Comentar

Não é segredo para ninguém que a OnePlus prepara-se para entrar no mercado dos auriculares true wireless. Os OnePlus Buds serão revelados no mesmo dia do OnePlus Nord e a marca acaba de confirmar alguns pormenores deste gadget.

No seu fórum oficial, a chinesa confirma que os OnePlus Buds terão uma autonomia total de até 30 horas. Estes valores vão deixar-te bem descansado sempre que saíres de casa com eles.

OnePlus Buds

OnePlus Buds oferecem 7 horas de reprodução contínua

Como já deves ter imaginado, a autonomia avançada resulta de uma conjugação da autonomia dos OnePlus Buds com a bateria da sua caixa. Fica então confirmado pela chinesa que estes earbuds oferecerão até 7 horas de reprodução contínua.

Quando acabar essa energia, a sua caixa de transporte poderá facultar até mais 21 horas de reprodução ininterrupta. Assim se conseguem as 30 horas de autonomia máxima que te inibirão do medo de ficar sem bateria durante bastante tempo.

Infelizmente, a empresa chinesa não divulgou a forma de carregamento da caixa dos OnePlus Buds. Em todo o caso, é avançado que os Buds pesarão apenas 4.6 gramas e a sua caixa de transporte apenas 36 gramas.

OnePlus Buds funcionarão melhor com um smartphone da marca

Outro ponto de destaque neste comunicado tem que ver com a integração dos OnePlus Buds com os smartphones da marca. Sem grande surpresa, esta conjugação de produtos oferecerá uma experiência que nenhum outro poderá igualar.

Ainda assim, é importante mencionar que os OnePlus Buds deverão funcionar com qualquer smartphone Android. Mas como muitas outras marcas fazem, a ideia é oferecer algo mais para tentar "prender" os utilizadores no ecossistema.

Ficamos agora a aguardar informações acerca do preço destes earbuds. Esse dado será preponderante para o sucesso da marca num mercado que está cada vez mais feroz.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.