Oneplus 6 OnePlus 5T
Estará na altura de começar a juntar as peças do novo puzzle?

Com os rumores sobre o OnePlus 6 a ganhar ímpeto através de várias publicação na web não podemos deixar passar esta oportunidade. Torna-se impossível resistir à curiosidade e, por isso mesmo, está na hora de avaliar tudo o que tem vindo a ser dito sobre este equipamento. Chegará para substituir o OnePlus 5T e poderá até chegar mais cedo do que o esperado, tal como avançamos aqui na 4gnews.

A construtora chinesa fundada por Carl Pei e Pete Lau em finais de 2013 adoptou recentemente um ciclo de substituição de flagships de 6 em 6 meses. Desta forma, em 2018 teremos o OnePlus 6 a chegar entre abril e junho caso a marca mantenha a mesma calendarização dos anos anteriores. Em 2016 tivemos o OnePlus 3 e 3T, em 2017 fomos brindados pelo OnePlus 5 e 5T. Em 2018…a rotina deverá manter-se.

Vê ainda: 63 aplicações gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Depois do seu último lançamento, o OnePlus 5T com um ecrã maior, margens menores e o formato 18:9, para além do Face Unlock pouco de novo foi acrescentado. Algo que certamente deixou vários fãs e consumidores a desejar algumas melhorias de hardware. Em 2018 os seus desejos serão cumpridos.

OnePlus 6 chegará para substituir o OnePlus 5T

Uma tela com resolução Quad-HD, resistência à água e ao pó (certificação IP 68), melhores câmaras fotográficas ou até mesmo uma construção em vidro que permita o carregamento sem-fios.

Estes são alguns dos desejos dos consumidores e fãs mais atentos da marca. Sem grandes surpresas, o OnePlus 6 deverá atender a alguns destes pedidos. Alguns deles podem estar além das capacidades atuais da empresa.

Note-se que neste momento estamos no início da época de rumores sobre o OnePlus 6. Para já é difícil discernir a realidade da ficção. Cientes disso mesmo, a melhor estratégia será olhar para o histórico da marca e para a atual evolução do mercado mobile. Mesmo assim, interpretem estas informações cum grano salis.

Design semelhante ao do OnePlus 5T?

Segundo os rumores, o substituto do OnePlus 5T poderá ter um aspecto geral muito semelhante ao dispositivo que virá substituir. Com um ecrã ligeiramente mais alto e uma possível diminuição das margens ou bezels.

A marca poderá ainda incluir um leitor de impressões digitais embutido no ecrã caso a tecnologia esta pronta a tempo. Caso contrário, continuará a depender do Face Unlock e do leitor biométrico na traseira do smartphone.

Podemos, e devemos, esperar alguns bezels ou margens no topo do dispositivo. Aí estarão localizadas as câmaras, sensores e parafernália necessária ao bom funcionamento do mesmo. Aqui os rumores baseiam-se numa questão feita pelo CEO da marca, Pete Lau no Reddit. Inquirindo sobre qual seria a melhor localização para o leitor de impressões digitais. A resposta mais comum foi “debaixo do display“, no painel frontal.

E o leitor de impressões digitais no OnePlus 6?

Já relativamente ao reconhecimento facial, as tecnologias inspiradas no Face ID da Apple são extremamente populares, tal como seria de esperar.

No OnePlus 6 continuaremos a ter um Face Unlock, rápido mas de segurança questionável. Não pode ser diretamente comparado à solução de Cupertino apesar de partir da mesma premissa. O Face Unlock é uma versão extremamente simplificada do Face ID.

OnePlus 6 OnePlus 5T Samsung Galaxy S8 OnePlus 5T Vermelho Lava
O que achas deste novo esquema de cor para o smartphone?

Todas as atenções estão colocadas na introdução dos smartphones com leitor de impressão digital embutido no display. O Samsung Galaxy S9 deve contar com esta tecnologia e a restante concorrência deve seguir o seu exemplo. Contudo, ainda não temos provas sólidas de que a tecnologia esta pronta a tempo. A Vivo e a Synaptics competem neste momento para realizar este sonho dos consumidores.

E relativamente ao ecrã / tela / display? Estará na hora da construtora chinesa adoptar um display com resolução Quad-HD+? O formato 18:9 será obviamente para manter mas será que finalmente teremos este aumento na resolução? Verdade seja dita, é algo que os utilizadores há muito pedem.

OnePlus 6 adotará finalmente um ecrã Quad-HD?

Já há mais de dois anos que a marca utiliza um painel com resolução Full-HD 1080p apesar de praticamente todas as rivais já utilizarem display’s com resolução Quad-HD.

Posto isto, para que o OnePlus 6 se destaque realmente do seu antecessor, esperamos que empregue finalmente uma tela com resolução 2K. Será bom para quem gostas de usufruir de conteúdo VR mas, por outro lado, poderá aumentar o preço do dispositivo e consumirá obviamente mais energia.

OnePlus 6 OnePlus 5T
Acima representado está o atual modelo, o 5T.

Olhando agora para o seu hardware, para as suas características técnicas, neste substituto do OnePlus 5T teremos algumas melhorias. Começando deste logo pelo seu novo coração, o Snapdragon 845 da Qualcomm é uma certeza. Tudo o resto permanece um total mistério.

Poderá a marca aumentar a quantidade de memória interna de 128GB para 256GB na versão de topo? Parece certamente mais lógico do que aumentar os 8GB de memória RAM. Poderemos ter expansão de memória via cartão microSD? Este último ponto considero muito improvável. Já por outro lado, estranharia se o jack de 3.5mm fosse removido.

Câmaras do OnePlus 5T vs OnePlus 6

No departamento fotográfico só há algo que os fãs pedem. Estabilizam ótica da imagem (OIS) e não apenas a estabilização eletrónica (EIS). Uma abertura focal de f/1.6 também não seria uma má adição, longe disso. Este é um departamento em que a marca pode melhorar, bastante.

No departamento fotográfico teremos novamente uma dual-câmara na sua traseira. Até aqui sem surpresas. Contudo, podemos esperar várias melhorias. A introdução de uma estabilização ótica é o requisito mais pedido pelos utilizadores. Isto porque a EIS torna a performance da câmara em situações de pouco luz um tanto medíocre.

Aqui a OnePlus poderia aprender um pouco com a Google. Afinal de contas, esta construtora nem sequer utiliza uma câmara dupla e os resultados falam por si. O segredo? Um poderoso algoritmo de processamento de imagem que torna o Google Pixel 2 no melhor smartphone para Retrato. Isto segundo os peritos da DxO.

Por último, relativamente à sua bateria não contava com carregamento sem-fios. Em primeiro lugar porque a marca orgulha-se bastante do seu Dash Charge. Em segundo lugar porque seria necessária uma superfície capaz de mediar o carregamento por indução. Por outras palavras, teriam que ter uma traseira, total ou parcialmente composta por vidro. Posto isto, na melhor das hipóteses teríamos aqui uma bateria com uma maior capacidade.

E o software? Qual será o OS do OnePlus 6?

O Android Oreo 8.1 é praticamente um dado adquirido. Chegará com a próxima grande versão da OxygenOS, provavelmente a OxygenOS 5.5. Continuará a ser uma experiência de Android quase puro, com alguns incrementos para aumentar a produtividade, performance e gestão da energia.

Caso tudo decorra como previsto, o substituto do OnePlus 5T deverá ser apresentado algures entre abril e junho de 2018. Isto é, caso a marca não decida antecipar este lançamento para combater os pesos pesados como o Samsung Galaxy S9 e até mesmo o LG G7.

Relativamente ao seu preço para já é escusado fazer previsões. Esperemos para ver qual será o preço dos próximos topos de gama das marcas dominantes. A partir daí poderemos começar a fazer algumas estimativas.

E tu, o que desejavas ver neste OnePlus 6?

 

Assuntos relevantes na 4gnews:

OnePlus 5 também vai receber o Face Unlock do OnePlus 5T, mas porquê?

Android Oreo 8.1 para o OnePlus 5 via OmniRom – Como Instalar

Prémios 4gnews: E o “Melhor do smartphone do ANO 2017” é …

Viaalphr
Fonteausdroid
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).