Home Android

OnePlus 6 com leitor de impressões digitais no ecrã? Se for assim, quero!

Concepts há muitos! Depois existe este belíssimo material criado pela "concept creator".

OnePlus 6 OnePlus 5T Cnet
De uma geração para a outra teremos consideráveis melhorias. @cnet

Fomos bombardeados com um 5T quando o 5 estava no auge da sua vida útil. Agora, por motivos que já aqui explicamos na 4gnews contemplamos a hipótese de o OnePlus 6 chegar ainda mais cedo do que o esperado. Seja para enfrentar o Samsung Galaxy S9 ou para aplicar algumas das tecnologias do Apple iPhone X, certo é que ele chegará.

Com o fim de 2017 a aproximar-se é igualmente clara a nova estratégia da marca. A cada 6 meses (por vezes menos), teremos um novo topo de gama. O novo modelo vem substituir o anterior que é imediatamente descontinuado. Porquê? Segundo a marca, para não sobrecarregar as suas linhas de produção. Para não acumular stock em armazém, entre outras razões.

Vê ainda: 45 aplicações gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Desta forma, se compraste um OnePlus 5T mentaliza-te que daqui a menos de 6 meses o teu flagship deixará de o ser. No seu lugar teremos um novo OnePlus 6. Sem com isto estar a querer inferiorizar o poder do atual dispositivo.

OnePlus 6 com leitor de impressões digitais no ecrã?

Ele continuará rápido, sólido e uma das melhores opções que podes fazer no mercado Android. Afinal de contas, o OnePlus 5T é, para mim, a melhor aposta relativamente à relação custo / benefício num dispositivo topo de gama.

Contudo, com a chegada do OnePlus 6 todas as atenções da marca recairão imediatamente neste novo equipamento. Um dispositivo que poderá ser marcadamente diferente do 5T. Note-se que entre o 3 e o 3T não tivemos diferenças notórias de design e aspecto. Entre o 5 e o 5T todo o chassis manteve-se inalterado. Neste último a única mudança aparente foi o seu novo ecrã 18:9 e a saliência da câmara, mais disfarçada.

Agora, para 2018 acredito que o design da próxima geração possa contar com várias surpresas. Um design que não seja idêntico às ofertas da Apple é tudo o que peço. Não que desgosto do meu OnePlus 5 mas sei admitir que o seu aspecto não dos mais originais.

Snapdragon 845 é um dado adquirido

Contudo, algo que me deixa já à espreita do OnePlus 6 não é apenas o Qualcomm Snapdragon 845, um processador que será até 30% mais rápido do que o Snapdragon 835.

Não. Será mesmo a possível inclusão do novo Santo Grall da tecnologia. Refiro-me, claro está, ao leitor de impressões digitais ou sensor biométrico de baixo do ecrã. Tecnologia que deverá manter-se relevante para o ano de 2018.

OnePlus 6 Vivo levou a melhor e a Synaptics encontrou na China o seu parceiro perfeito Samsung
Vivo levou a melhor e a Synaptics encontrou na China o seu parceiro perfeito

Apesar de algumas fontes avançarem o fim ou descontinuação faseada desta tecnologia de autenticação eu acredito que ela volte. Em força. E que até se possa tornar mais popular do que nunca. Isto claro, se a Vivo partilhar os seus segredos com as demais construtoras detidas pela BBK Eletronics.

Menos “bezels“, mais ecrã no OnePlus 6

Além disso, entretanto também a Synaptics deverá aperfeiçoar a sua própria solução para implementação do sensor biométrico debaixo da tela.

Debaixo do ecrã para que não precise de estar localizado na traseira do dispositivo. Nem na aresta inferior do equipamento. Algo que com o tempo, desaparecerá. Os bezels, esses sim, continuarão a encolher em 2018.

Outra das mudanças e uma que é bem explorada neste belo concept elaborado pelo canal de YouTube Concept Creator é a utilização de um novo material de construção. Se até agora os dispositivos da marca utilizam o metal como principal material desde o OnePlus 2, com o próximo flagship killer podermos ver a adopção do vidro.

A troca do metal pelo vidro traria algumas vantagens. Desde logo a possibilidade de implementação do carregamento sem-fios. O carregamento wireless que o iPhone X popularizou até mesmo junto dos dispositivos iOS.

OnePlus 6 OnePlus
Estará finalmente na hora de trocarmos o metal pelo vidro no próximo topo de gama?

Por outro lado, o vidro é sempre mais susceptível a riscos, dedadas, sujidades e claro, um vidro quebrado, trincado ou rachado é uma visão infernal. Mesmo assim, não me importaria de ver um OnePlus 6 construído em vidro. E claro, com uma estrutura metálica para não comprometer a sua integridade e robustez.

Do metal para o vidro no OnePlus 6?

E depois existe a cerâmica. Um material que a marca já chegou a explorar com o seu primeiro e último smartphone de gama média. O OnePlus X.

Um material mais forte que o vidro, mais duro mas ao mesmo tempo, mais difícil de produzir em grandes quantidades. Algo que é sugerido pelo vídeo concept no final do artigo. Poderia ser utilizada, por exemplo, numa edição especial ou na versão mais premium do dispositivo.

E claro, as especificações técnicas. Os números cinzentos e aborrecidos. Aqui, sem grandes dúvidas, o OnePlus 6 utilizará o novo “motor” da Qualcomm, o Snapdragon 845. Este SoC já foi apresentado no início deste mês e em 2018 estará presente em praticamente todos os topos de gama das principais construtoras.

O que gostarias de ver melhorado no OnePlus 6 face ao 5T?

Certo é, será um ano empolgante para qualquer fã de tecnologia. Pessoalmente gostaria de ter um OnePlus 6 em vidro mas melhor mesmo seria em cerâmica. As suas especificações não carecem de preocupação. A marca sempre utilizou tudo o que de melhor o mercado pode oferecer.

Esperamos que a marca mantenha o diferencial de preços na ordem dos 50$ ou 50€ entre versões. O armazenamento interno deverá continuar a não contar com expansão de memória e a marca não deverá abdicar do jack de 3.5mm, felizmente!

Espero sim, um reforço na qualidade das câmaras fotográficas e uma melhoria na autonomia de bateria. Já não digo capacidade da mesma mas sim uma optimização mais eficaz da energia. Agora, sem mais delongas, deixa-vos o vídeo:

Assuntos relevantes na 4gnews:

Concept do OnePlus 6 Edge faz-nos sonhar com ecrã curvo neste Android

Samsung Galaxy S9 – Forbes acaba com as dúvidas

Apple processada por criar lentidão intencional nos antigos iPhone

FonteConcept Creator
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).