OnePlus 2.0: fim da OxygenOS e assimilação total pela OPPO em 2022

Rui Bacelar
Comentar

A fusão entre a OnePlus e a OPPO foi anunciada no passado mês de junho com a junção das equipas de produto e de Pesquisa e Desenvolvimento (R&D), contudo, a convergência já se delineava desde 2020 com a saída do co-fundador Carl Pei no final do ano.

Entretanto, um mês após o anúncio da fusão dos departamentos supracitados, a OnePlus confirmaria a fusão dos departamentos responsáveis pela sua OxygenOS e pela ColorOS da OPPO. Em todo o caso, a OPPO sempre foi a figura dominante neste binómio.

Agora, em finais de setembro, temos mais informações oficiais sobre o futuro da OnePlus. Com efeito, é pela mão do próprio CEO da OnePlus, Pete Lau, que ficamos a saber mais detalhes sobre a estratégia de produto, software e objetivos desta fabricante.

A OnePlus morreu. Viva a OnePlus 2.0 (sob o olha atento da OPPO)

OnePlus 2.0 OPPO
Imagem ilustrando a nova fase da fabricante chinesa OnePlus.

As novidades foram transmitidas por Pete Lau, atual CEO, na recente publicação efetuada no fórum oficial da marca. Aí, o executivo que também lidera a divisão de produto da OPPO, veio aclarar vários pontos, com destaque para a nova interface unificada para os smartphones OnePlus e OPPO.

A unificação foi precedida da utilização da ColorOS para os smartphones OnePlus comercializados na China. A partir de 2022, contudo, uma nova versão da ColorOS, apelidada apenas de "Unified OS" estará presente nos smartphones de ambas as marcas.

Para Pete Lau, esta é uma nova etapa marcante para a empresa que ajudou a crir. Desse modo, apelida-a de OnePlus 2.0, com o encerrar de um ciclo e o início de outro, agora em estreita comunhão de recursos e know-how com a fabricante de jade, a OPPO.

A OxygenOS 12 e ColorOS 12 serão a base da nova Global OS

Global OS e OxygenOS 12
A OxygenOS e a ColosOS serão fundidas na Global OS

Em primeiro lugar temos a fusão anunciada entre a OxygenOS e a ColorOS da OnePlus e OPPO, respetivamente. As últimas versões de cada uma destas interfaces serão a OxygenOS 12 e ColorOS 12, respetivamente. Daí em diante teremos a Global OS.

De acordo com o executivo esta Global OS combinará os melhores elementos de ambas as interfaces. Assim sendo, promete uma experiência de utilização rápida e sem entraves, com a estabilidade e riqueza de opções de personalização da Color OS.

Note-se, contudo, que o nome dessa próxima interface não foi confirmado, sendo "Global OS" uma mera suposição. Sabemos, sim, que chegará em 2022 e sucederá às atuais versões que terão como base o Android 12 da Google.

Pete Lau garantiu que o espírito da OxygenOS continuará vivo

OnePlus OPPO
Calendarização do lançamento de produtos e atualizações da interface.

"Vamos personalizar o OS unificado especialmente para os dispositivos OnePlus, para garantir que vamos ao encontro das vossas expectativas. Por exemplo, ao manter o próximo OS limpo, leve e simples, garantindo o desbloqueio dos bootloaders". Garantias dadas por Pete Lau.

Daqui em diante teremos assim uma fusão do código base destas interfaces de utilizador. No entanto, também nos é dito que existirão algumas diferenças entre os smartphones OnePlus e OPPO. Ademais, o executivo também garantiu que a interface dos smartphones OnePlus não apresentará publicidade.

O esforço de desenvolvimento desta interface unificada é liderado por Gary Chen, responsável máximo pela OxygenOS.

A UI unificada não apresentará publicidade como a MIUI da Xiaomi

OnePlus OxygenOS OPPO

Além disso, sabemos que esta interface unificada fará a sua estreia em 2022. Estará presente em primeiro lugar no próximo topo de gama da OnePlus para o próximo ano e possivelmente no produto equivalente a ser apresentado posteriormente pela OPPO.

De igual modo, também sabemos que a maioria dos smartphones OnePlus lançados nos últimos dois anos terão direito a esta atualização. Portanto, modelos como o OnePlus 8 e dispositivos mais recentes estão eleitos para o update.

Por fim, o executivo afirmou que o anúncio oficial da OxygenOS 12, baseada no Android 12 da Google chegará "nas próximas semanas". A partir de então começarão também os testes (beta) da nova versão.

Combinar recursos para melhorar a experiência fotográfica da OPPO e OnePlus

OPPO OnePlus
Os novos vetores de prioridade para o futuro de ambas as marcas.

A publicação de Lau dá ainda conta dos novos vetores de aposta de ambas as marcas. Após terem combinado os departamentos de R&D a aposta conjunta será na fotografia, indo ao encontro do que já temos vindo a assistir após a parceria com a sueca Hasselblad.

Ainda que esta última iniciativa tenha melhorado o prestígio das câmaras e experiência fotográfica da OnePlus, os resultados estão ainda aquém do seu pleno potencial. Dito isto, o desenvolvimento de melhores soluções de fotografia e vídeo pautará os esforços de ambas as marcas em 2022.

Tanto a OnePlus como a OPPO procuram uma câmara com melhor ciência de cor, mais estável, energeticamente eficiente e com novas tecnologias para a captação. Entre estas destacamos a estabilização da imagem, filtros de cores e capacidades de ampliação.

What's next for OnePlus? @PeteLau talks about his vision for the future.

— OnePlus (@oneplus) 20 de setembro de 2021

Em síntese, este é o novo capítulo na história da OnePlus, pautado agora pela integração na casa-mãe, OPPO. Sabemos também que neste fim de ano não será apresentado um OnePlus 9T, com a apresentação dos topos de gama reservada para 2022.

Resta apenas saber o que pensam os leitores e utilizadores de dispositivos da marca que ficou conhecida pelo slogan "Never Settle".

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.