5 grandes novidades do Xiaomi Mi Note 10

Rui Bacelar

O Xiaomi Mi Note 10 chega aos mercados globais em novembro com 5 grandes novidades. O telemóvel é o sucessor do Mi Note 3, lançado em 2017 e será a versão global do Mi CC9 Pro, este último reservado para a China.

São melhorias face ao Mi CC9 apresentado em julho, um incrível salto tecnológico face ao Mi Note 3 e sérios argumentos para concorrer com os outros Note10 do mercado. Estes são principais pontos que o definem.

1. A peculiar "penta câmara" com 5 sensores nos Xiaomi Mi Note 10

Xiaomi

O Mi Note 10 junta-se assim a telemóveis como o Nokia 9 PureView, ainda que a sua abordagem seja distinta. No novo Note 10 da Xiaomi temos 108 MP + 12 MP + 5 MP + 20 MP + 2 MP, tendo cada sensor e respetiva lente o seu propósito.

No topo temos a câmara de 5 MP com abertura f/2.0 e uma distância focal equivalente a 125 mm. Este módulo usufrui de PDAF, Laser AF, estabilização ótica da imagem (OIS) e um zoom ótico de 5x que pode chegar às 50x com zoom digital.

Note 10

A 2.ª câmara, a contar do topo, tem um sensor de 12 MP e uma lente com distância focal equivalente a 50 mm. Isto torna-a ideal para retratos, com uma abertura focal de f/2.0, Dual Pixel PDAF, Laser AF e zoom ótico de 2x.

O sensor de 108 MP produz imagens de 27 MP

A 3.ª câmara conta com o sensor ISOCELL Bright HMX de 108 MP, desenvolvido pela Samsung em parceria com a Xiaomi. Foi criado para este novo telemóvel e marcará presença em outros lançamentos de gama alta da fabricante chinesa.

Para o Mi Note 10 o sensor é conjugado com uma lente com abertura focal de f/1.7, PDAF e Laser AF, além da estabilização ótica da imagem (OIS). Emprega o método Tetracell que agrega 4 pixeis adjacentes num só, criando assim imagens com 27 MP.

Em si o sensor tem 1/1.33 de polegada e afirma criar imagens de 27 MP com mais brilho e detalhe do que os sensores anteriores graças à agregação de informação com o Tetracell. Destaca-se ainda pela gestão eficaz do ruído digital (grão).

ISOCELL Bright HMX
O sensor ISOCELL Bright HMX da Samsung

A 4.ª câmara, equipada com um sensor de 20 MP, tem uma lente com abertura focal de f/2.2 e lente com distância focal equivalente a 13 mm, portanto, uma ultra-grande angular. Conta com Laser AF, sendo ótima para fotografia de paisagens, ou grupos.

A 5.ª câmara foca-se na fotografia macro, para dar a conhecer os grandes detalhes em objetos pequenos e quase invisíveis ao olho nu. Tem um sensor de 2 MP e uma lente com abertura focal de f/2.4 para cumprir este propósito específico.

O Mi Note 10 Pro recebeu 121 pontos na DxOMark

Dxomark
130 pontos em fotografia e 102 no ranking da DxOMark

O Xiaomi Mi Note 10 (ou Mi CC9 Premium Edition), empata assim com o Huawei Mate 30 Pro com uma das maiores pontuações alguma vez registadas nesta plataforma de testes. São 130 pontos em fotografia e 102 em vídeo para uma média de 121.

Por fim temos a câmara frontal com um sensor de 32 MP e lente com abertura focal de f/2.0. O módulo fotográfico está escondido na estrutura metálica do telefone, revelada por um motor elétrico quando ativada (mecanismo pop-up).

2. O processador Snapdragon 730G da Qualcomm

Snapdragon
O 730G é um SoC otimizado para o Gaming

O núcleo do Xiaomi Mi Note 10 é o processador (SoC) Snapdragon 730G da Qualcomm. Trata-se de um chip de gama média/alta com algumas das melhores caraterísticas da linha 8xx, mas numa solução mais económica e muito otimizada.

Com 8 núcleos de processamento (2x 2.2 Ghz + 6x 1.8 Ghz), o Snapdragon 730G usa uma litografia de 8 nm que o torna muito eficiente e poderoso. Temos também a gráfica Adreno 618, aperfeiçoada para as melhores sessões de jogo.

Otimizado para jogos e imagem com o novo AI Engine

Permite a reprodução de conteúdos em HDR10+ e DCI-P3 para maior intervalo dinâmico de cores. Algo que se sente ao ver filmes como ao folhear as imagens captadas pelas câmaras fotográficas, agora com um melhor processamento da imagem.

Para os jogadores mobile, o Snapdragon 730G traz uma melhoria de 15% no desempenho da gráfica. Isto faz a diferença em jogos exigentes como o PUBG Mobile, com total suporte para as configurações gráficas mais exigentes.

Temos também 6 ou 8 GB de memória RAM, acompanhada por 128 ou 256 GB de armazenamento interno. Na prática, são dois esquemas de memória que se fazem corresponder a diferentes preços para chegar a mais consumidores.

3. O ecrã de 6,47 polegadas AMOLED

Xiaomi

O grande ecrã de 6,47 polegadas faz-se acompanhar por pequenas margens e cantos arredondados em todos os vértices. Estamos aqui perante um telemóvel com 157.8 x 74.2 x 9.7 mm (altura x largura x espessura) de dimensões e 208 gramas.

Com uma resolução Full-HD+ e formato 19.5:9, o Xiaomi Mi Note 10 tem um total de 1080 x 2340 pixeis para uma densidade de 398 pixeis por polegada. Trata-se de um display que ocupa cerca de 87,8% da área total do painel frontal.

O Xiaomi Mi Note 10 prima também pelas cores vibrantes e pretos perfeitos proporcionados pelos ecrãs AMOLED. Algo que já é sinónimo de qualidade, sendo também um quesito muito valorizado pelos consumidores.

4. A grande bateria de 5260 mAh

Note 10

Para manter tudo a funcionar a Xiaomi decidiu colocar uma bateria com 5260 mAh de capacidade no Mi Note 10. Desse modo, esta versão internacional do Xiaomi Mi CC9 Pro é capaz de acompanhar os utilizadores mais exigentes no seu quotidiano.

Conta ainda com carregamento rápido a 30 W que é capaz de agilizar o tempo de carga da grande célula de energia. Algo que também implica um carregador rápido para poder tirar proveito deste padrão.

O telemóvel é capaz de carregar 58% da sua bateria em 30 minutos e chega dos 0 aos 100% em 65 minutos.

5. As especificações dos Xiaomi Mi Note 10

Especificações Mi Note 10 / Pro
Processador Snapdragon 730G da Qualcomm
Ecrã AMOLED de 6,4'' com resolução Full-HD+
Bateria 5260 mAh com carregamento rápido a 30 W
Memória RAM 6 / 8 GB
Armazenamento interno 128 / 256 GB
Câmara principal 108 (7/8 elementos) + 20 + 12 + 5 MP
Câmara secundária 32 MP
Extras Leitor de impressões digitais embutido no ecrã
Sistema operativo Android 9 (Pie) com a MIUI 11
Cores Preto, branco e verde
Preço 549 € e 649 €

A diferença entre o Note 10 e o Note 10 Pro reside na utilização de 7 elementos óticos ou 8 elementos óticos no módulo fotográfico de 108 MP, além da RAM (6 / 8 GB) e armazenamento (128 / 256 GB).

Há um novo sensor biométrico embutido no ecrã

Note 10

Destaca-se o novo sensor biométrico, ou leitor de impressões digitais de nova geração. Estamos perante um sensor ótico, agora com uma maior área de reconhecimento, sendo mais fácil acertar no local para desbloquear o telemóvel.

Face às gerações anteriores, a marca avança uma maior sensibilidade, taxa de sucesso no desbloqueio e funcionamento em todas as condições. Seja em ambientes com muita iluminação, baixa temperatura, entre outras possíveis condicionantes.

Aponta-se ainda o Bluetooth 5.0, NFC, rádio FM, porta USB do Tipo C, dual-SIM e compatibilidade com as redes móveis de todo o mundo. Algo que acaba por acrescentar valor a um telemóvel que também promete surpreender no preço.

O preço dos Note 10 é competitivo, mas já chega aos 649 €

Xiaomi

A versão base com 6/128 GB custa 360 €, na China e 549 € na Europa Já a versão Pro com 8/256 GB e a melhor câmara custa o equivalente a 400 € no seu país natal e 649 € na Europa. As vendas começam a 15 de novembro.

A Espanha é a primeira nação europeia a receber este telemóvel apontado para o ocidente. Foi também o palco da introdução das televisões Mi TV 4S, além do Redmi Note 8T, produtos com distribuição oficial na Europa.

Por fim, o Mi Note 10 trará consigo o Mi Watch, o relógio inteligente da Xiaomi com um design similar ao do Apple Watch. Aproveita também para veres a lista dos 10 melhores smartwatch da atualidade com opções para todos os orçamentos.

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.